quinta-feira, 28 de abril de 2016

Projeto autoriza construção de Centros Municipais de Atendimento ao Idoso

 Os vereadores de Natal aprovaram nesta quinta-feira (28) o Projeto de Lei Nº 090/2015, de autoria do vereador Joanilson Rêgo (PSDC), autorizando o Município de Natal a criar e constituir Centros Municipais de Atendimento ao Idoso - CMAIs. A matéria foi aprovada em segunda discussão e segue para ser sancionada pelo Executivo.
Segundo explicou o autor do projeto, a proposição visa gerar melhorias sociais e qualidade de vida às pessoas da terceira idade em Natal. "Os idosos precisam de mais cuidado e políticas públicas que sustentem melhor essa fase da vida. Esse projeto terá um grande alcance social na nossa cidade", destacou Joanilson.
Uma vez criados, os CMAIS deverão oferecer serviços de assistência médica, educacional  e assistência social, devendo atender famílias de baixa renda. A Prefeitura poderá firmar convênios com empresas e outros órgãos para qualificar os atendimentos.
A vereadora Eleika Bezerra (PSL) solicitou abstenção da votação ao projeto e justificou que uma emenda de sua autoria à Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2013, prevendo recursos para construção de Casa de Longa Permanência para os Idosos,  não chegou a sair do papel.
"Essa emenda, que foi subscrita na época pelos vereadores Franklin Capistrano e Júlio Protásio, destinava o valor de R$ 640 mil para construção da Casa de Longa Permanência. Até hoje, nada foi feito. Acredito que votar nesse projeto [PL 090/2015] será algo a mais para não ser feito", criticou.
Líder do prefeito na CMN, o vereador Raniere Barbosa (PDT) parabenizou o projeto. "A Prefeitura de Natal já mantém alguns CMAIs em funcionamento, mas que precisam de aperfeiçoamento. Esse projeto de Joanilson dará encaminhamento para a operacionalização de melhorias e construção de novos Centros para o idoso", disse.
Os parlamentares ainda aprovaram em segunda discussão o PL 194/2015, de Aquino Neto (PEN), reconhecendo de Utilidade Pública a HATMO/RN - Humanização e Apoio ao Transplante de Medula Óssea do Estado do RN.
Em primeira discussão, foram apreciados o PL 092/2014, de Júlia Arruda (PDT), que visa implementar política de incentivo ao Cordel nas escolas; e o PL 205/2015, de Luiz Almir (PR), reconhecendo de Utilidade Pública a "Associação Norte-Riograndense dos Árbitros de Futsal - ANAFS".

Texto: Carolina Souza
Fotos: Verônica Macedo

Fonte: CMN



Faça o seu empréstimo consignado!
Ligue agora. OI - (84) 98863.6877 / TIM - 99968.8972 / CLARO - 99173.0783 - WhatsApp - 98863.6877

terça-feira, 26 de abril de 2016

Em depoimento, Fernando Baiano confirma pagamento de propina a Cunha

Em depoimento no Conselho de Ética da Câmara dos Deputados, o lobista Fernando Soares, conhecido como Fernando Baiano, confirmou o repasse de dinheiro oriundo do esquema de propina na Petrobras ao presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Baiano disse que os pagamentos eram feitos em espécie e que os repasses ocorreram em 2011 e 2012.
“Houve reunião de Júlio Camargo [empresário] com Cunha para tratar diretamente desses valores, no dia 18 de setembro de 2011, no Leblon onde ficou acertado o pagamento de US$ 5 milhões. Pessoalmente entreguei R$ 4 milhões para Cunha", disse aos deputados do conselho.
Baiano é apontado na Operação Lava Jato, da Polícia Federal, como operador de recursos para o PMDB no esquema de pagamento de propina em negócios irregulares envolvendo a Petrobras. Baiano confirmou aos deputados as informações iniciais prestadas por outros delatores do esquema, o doleiro Alberto Youssef e o empresário Júlio Camargo. De acordo com Camargo, Cunha cobrou o pagamento a Baiano de subornos atrasados no valor de US$ 15 milhões, para viabilizar a contratação de dois navios-sondas do estaleiro Samsung, representado no Brasil por Camargo.
Questionado pelo deputado Marcos Rogério (DEM-RO), relator do processo contra Cunha, se tinha conhecimento de repasse de propina a Cunha em contas no exterior, Baiano disse não ter conhecimento de que houvesse repasse de dinheiro para contas no exterior. Segundo Fernando Baiano, os valores eram entregues pelo doleiro Alberto Youssef e depois ele levava a quantia para Cunha. “A pessoa que recebia a propina era um funcionário do escritório de Cunha no Rio de Janeiro, chamada Altair”, acrescentou.

Durante o depoimento, o lobista disse que conheceu Cunha em 2009, em um café da manhã, em um hotel. Posteriormente, o deputado questionou Baiano sobre a possibilidade de doação para campanha eleitoral. Baiano disse que as empresas não doavam para campanha, mas que Cunha disse que poderia ajudá-lo a cobrar uma dívida de US$ 16 milhões de Júlio Camargo pela intermediação de contratos de navios- sonda com a Petrobras. “E eu sinalizei que se ele me ajudasse na cobrança dessa dívida eu poderia ajudar na campanha”, disse o lobista, que afirmou que se encontrava com Cunha nos finais de semana no escritório do deputado no Rio de Janeiro.
Cunha
Cunha nega as acusações. O advogado do peemedebista, Marcelo Nobre, contestou as declarações de Fernando Baiano a respeito do pagamento de propina, alegando que as acusações não tem a ver com o processo em tramitação no Conselho de Ética, que apura se o presidente da Câmara, Eduardo Cunha, quebrou o decoro parlamentar ao afirmar não ter contas no exterior. Documentos do Ministério Público da Suíça revelaram a existência de contas ligadas a Cunha naquele país. O presidente da Câmara nega ser dono das contas, que, segundo ele, são administradas por trustes e afirma ser o “usufrutuário” dos ativos mantidos no exterior.
Para a defesa de Cunha, o depoimento de Baiano não pode ser usado no processo no colegiado. “Não podemos admitir que discutamos aqui a imputação de vantagem indevida se sequer tivemos condição de apresentar a defesa nesse sentido e essa imputação não foi aceita nesse conselho”, criticou o advogado de Cunha, Marcelo Nobre.
Na semana passada, o vice-presidente da Casa, Waldir Maranhão (PP-MA), determinou que o foco da apuração no colegiado fique somente sobre a suspeita de que Cunha teria contas bancárias secretas no exterior e de que teria mentido sobre a existência delas em depoimento à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Petrobras. “Não foi ele quem limitou, foi este conselho, foi o próprio colegiado quando decidiu excluir do processo as questões relativas a vantagens indevidas”, defendeu.
Para o deputado Julio Delgado (PSB-MG), o depoimento de Baiano deixa claro que Cunha mentiu na CPI da Petrobras ao dizer que Fernando Baiano nunca foi a casa dele. "Já estive na casa dele [Cunha]", disse Baiano ao ser questionado pelo deputado. Delgado também criticou a estratégia da defesa de Cunha de querer limitar as investigações. "O campeão da Lava Jato é o Eduardo Cunha. É o que tem mais processos na Lava Jato", disse o deputado. 

Fonte: Luciano Nascimento - Repórter da Agência Brasil




Faça já seu plano de saúde!!!
Todos os planos de saúde - Individual, familiar e empresarial. Ligue agora. OI - (84) 98863.6877 / TIM - 99968.8972 / CLARO - 99173.0783 - WhatsApp - 98863.6877

Brasil já registra 230 mortes por H1N1 em 2016


O Brasil registrou este ano, até o 16 de abril, 230 mortes pelo vírus influenza A (H1N1). De acordco com levantamento do Ministério da Saúde divulgado ontem (25), ao todo, foram registrados 1.365 casos da doença em todo o país neste período.
Com 976 notificações, a Região Sudeste concentra o maior número de casos de H1N1 este ano, com  883 apenas no estado de São Paulo. Também houve registro de H1N1 em 2016 em Santa Catarina (102), Goiás (62), Rio de Janeiro (44), Minas Gerais (44), Pará (42), Distrito Federal (36), Rio Grande do Sul (32), Bahia (32), Paraná (30), Mato Grosso do Sul (14), Pernambuco (11), Alagoas (6), Ceará (6), Rio Grande do Norte (6), Espírito Santo (5), Mato Grosso (4), Paraíba (3), Amapá (1) e Sergipe (1).

Embora pelo menos cinco estados tenham começado a imunização, a Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe será aberta oficialmente no próximo sábado (30) em todas as cidades do país e é voltada a públicos com maior risco de complicações pelos vírus, como crianças com menos de seis anos, gestantes, idosos e profissionais da saúde.
Sintomas
Os principais sintomas da chamada gripe A são infecção aguda das vias aéreas e febre – em geral mais acentuada em crianças do que em adultos. Também podem surgir calafrios, mal-estar, dor de cabeça e de garganta, moleza e tosse seca, além de diarreia, vômito, fadiga e rouquidão.
A prevenção da doença é feita com regras básicas de higiene, como cobrir a boca ao tossir ou espirrar e lavar as mãos com frequência. Também se deve evitar permanecer por muito tempo em ambientes fechados, sem ventilação e com aglomeração de pessoas.

Fonte:  Aline Leal - Repórter da Agência Brasil



 
Faça o seu empréstimo consignado!
Ligue agora. OI - (84) 98863.6877 / TIM - 99968.8972 / CLARO - 99173.0783 - WhatsApp - 98863.6877

segunda-feira, 25 de abril de 2016

Morre aos 81 anos o cantor Billy Paul

 Morreu neste domingo (24) nos Estados Unidos, aos 81 anos, o cantor Billy Paul, um dos maiores nomes da música soul americana. A informação foi publicada no site oficial do artista.
Billy Paul estava com câncer e morreu em casa, no estado de Nova Jersey.
O cantor ficou conhecido no mundo todo pela voz grave e marcante.
Paul começou a carreira na Filadélfia, com apenas 11 anos. O primeiro álbum foi lançado em 1968: “Feelin good at the cadillac club”.
No início de carreira, se apresentou em clubes e universidades ao lado de várias lendas do jazz e da música soul, incluindo Charlie “Bird” Parker, Nina Simone, Miles Davis e Roberta Flack.
Um dos maiores sucessos de Billy Paul é “Me and Mrs Jones”, de 1972. A canção foi número um na billboard hot 100 e R&B  e recebeu um grammy.
Ao todo, Paul lançou 15 álbuns entre 1968 e 1988.

Fonte: G1.COM




Faça já seu plano de saúde!!!
Todos os planos de saúde - Individual, familiar e empresarial. Ligue agora. OI - (84) 98863.6877 / TIM - 99968.8972 / CLARO - 99173.0783 - WhatsApp - 98863.6877

domingo, 24 de abril de 2016

José de Abreu se defende de episódio da cusparada no Faustão

 José de Abreu falou, durante participação no “Domingão do Faustão”, sobre o episódio em que cuspiu em um casal em um restaurante japonês em São Paulo. Mesmo após a repercussão negativa que o ato teve na internet, o ator afirmou que foi a vítima. “Uma atitude que é feita por reação não deve ser levada em conta. A dele (o homem que o agrediu verbalmente) foi pensada, ele poderia ter evitado”, argumentou.
“Impeachment sem crime de responsabilidade, como disse o ministro Marco Aurélio de Mello, é golpe. Querem entregar o país ao PMDB do Rio, esse aí que derruba ciclovia”, atacou. Ele também citou Moreira Franco, que chamou de “braço direito” de Michel Temer.
Sobre episódio da cusparada, o ator relatou que estava ao lado da esposa quando foi agredido verbalmente. “É muito fácil você petista que rouba dinheiro do povo vir comer em um restaurante japonês, eles disseram. Será possível que duas pessoas que pensam de forma diferente não podem jantar no mesmo local. Você é um ladrão filho da puta”, relatou o artista.


Fonte:  Metropoles






Faça o seu empréstimo consignado!
Ligue agora. OI - (84) 98863.6877 / TIM - 99968.8972 / CLARO - 99173.0783 - WhatsApp - 98863.6877

Grupo Levante Popular protesta em frente à casa de Bolsonaro no Rio

O grupo Levante Popular da Juventude durante protesto neste domingo, em frente à casa do deputado federal Jair Bolsonaro (PSC - RJ), na Barra da Tijuca, no Rio de JaneiroDivulgação Levante Popular da Juventude
 Integrantes do grupo Levante Popular da Juventude protestaram hoje (24) em frente à casa do deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ), na Barra da Tijuca, na zona oeste da cidade. Com faixas e cartazes e gritando palavras de ordem, os manifestantes criticaram, principalmente, a postura do parlamentar no momento de votar favoravelmente ao prosseguimento do processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff, na sessão plenária do último domingo (17), na Câmara dos Deputados.
No momento do voto, Bolsonaro exaltou a ditadura militar e a memória do coronel Carlos Brilhante Ustra, que foi chefe do DOI-Codi em São Paulo, local onde diversos presos políticos foram torturados.
Jair Bolsonaro criticou, pelo Twitter, manifestação do Levante Popular da JuventudeReprodução Twitter
 A manifestação ocorreu sob o forte calor que predomina na cidade neste domingo. No ato, os integrantes do grupo seguraram uma grande faixa com a frase "Bolsonaro Golpista". Havia ainda um retrato do deputado com o símbolo nazista (suástica) carimbado na testa. Os manifestantes chegaram a fazer uma encenação simulando o deputado vestido de Hitler, acompanhado de soldados.
O deputado Jair Bolsonaro criticou o ato. Na sua página no Facebook, ele denunciou a presença dos manifestantes em seu prédio e também rechaçou a manifestação: “LPJ - Levante Popular da Juventude a serviço das ditaduras comunistas!”, dizia um dos posts do deputado. Ou ainda, na sua conta no Twitter: “Meu condomínio está cercado por simpatizantes do PT. Estão ameaçando invadi-lo! Espero que não cometam essa loucura!”

Outro post do deputado foi entendido pelos integrantes do Levante Popular da Juventude como uma ameaça: “Minha propriedade privada é sagrada. Se um dia invadirem, Não Sairão!”, disse o parlamentar. “Bolsonaro ameaça o Levante [Levante Popular da Juventude]. Não nos intimidaremos!”, responderam os manifestantes.
MPF e OAB
A conduta do deputado Jair Bolsonaro durante a votação gerou polêmica ao longo de toda a semana e está sendo alvo de análise do Ministério Público Federal (MPF). A Ordem dos Advogados do Brasil do Rio de Janeiro (OAB-RJ) também anunciou que vai entrar com pedido de cassação do mandato do deputado no Supremo Tribunal Federal (STF).

Fonte:  Nielmar de Oliveira - Repórter da Agência Brasil



Faça já seu plano de saúde!!!
Todos os planos de saúde - Individual, familiar e empresarial. Ligue agora. OI - (84) 98863.6877 / TIM - 99968.8972 / CLARO - 99173.0783 - WhatsApp - 98863.6877

Após 35 anos, Kid Abelha anuncia oficialmente o fim da banda

 "Optamos por um soft-ending, um final suave, evitando o sensacionalismo", diz o comunicado emitido pela banda de Paula Toller, que já não se apresentava desde 2013.

O trio formado por Paula Toller, George Israel e Bruno Fortunato começou em 1981 e lançou 13 álbuns de estúdio nos 35 anos de carreira. O último foi "Pega Vida", de 2005.
Apesar do fim da banda ter sido confirmado só agora, o Kid Abelha teve muitas idas e vindas desde 2007. Nesses nove anos, o grupo sumia dos palcos e reaparecia em turnês comemorativas.
O auge do sucesso da banda carioca foi em 2002, com o álbum "Acústico MTV: Kid Abelha", que vendeu 2 milhões de cópias.
Leia abaixo o comunicado divulgado pelo Kid Abelha sobre o fim da banda:



Nota de Agradecimento
Querido fã:
Temos sido chamados para entrevistas sobre nossos projetos atuais, e claro, sempre há alguma pergunta sobre o Kid Abelha, nossa banda durante mais de 30 anos e que nos trouxe grandes alegrias na vida. Com gentileza, procuramos sempre contar a verdade, mas, surpreendidos por algumas publicações equivocadas, estamos fazendo este esclarecimento.
A vontade de experimentar outras formas de criar e o desgaste natural de tanto tempo juntos nos levaram a essa decisão. Optamos por um soft-ending, um final suave, evitando o sensacionalismo, com a convicção de que nossa trajetória vitoriosa sempre se deveu ao entusiasmo e dedicação sempre renovados a cada disco, cada turnê.
Foram três décadas de sucesso, aventuras, amizade, e também de momentos difíceis, altos e baixos dessa carreira desafiadora que escolhemos. Pela nossa filosofia e pelo amor à música, nunca tivemos o dinheiro como norte, e sim como conseqüência (ou não) de um trabalho original e bem realizado, que se tornou paradigma de pop-rock brasileiro.
Mas faltou o mais importante: Agradecer em negrito, com letras garrafais, a você!
Ao fã que nos acompanha há tanto tempo, viajando para nos assistir ao vivo, escrevendo cartas, mandando mensagens e comentando nas redes sociais, elogiando, criticando, se preocupando...a esse amigo, que convida seus amigos a nos ouvir, e cuja vida está marcada através das canções que nós fizemos, e cujo carinho e atenção também marcaram nossas vidas, MUITO OBRIGADO!
Saiba que, do fundo do coração, não nos esqueceremos nem dos aplausos, dos gritos e da voz em coro nos grandes eventos, nem de cada voz isolada num quarto, entoando uma melodia também criada num quarto, na solidão, na vontade de vencer o tédio e a tristeza através de uma canção bonita.
Com amor;
Paula, George e Bruno.

Fonte: IG




Faça o seu empréstimo consignado!
Ligue agora. OI - (84) 98863.6877 / TIM - 99968.8972 / CLARO - 99173.0783 - WhatsApp - 98863.6877

Semifinal entre Vasco X Flamengo será nesse domingo

 Confirmada a semifinal do Campeonato Carioca entre Vasco X Flamengo em Manaus, neste domingo, dia 24, na Arena da Amazônia, será 16h com transmissão da Globo e Band. O anúncio oficial foi feito pelo titular da Secretaria de Estado, Juventude, Esporte e Lazer (Sejel), Fabricio Lima, após reunião na tarde da ultima segunda-feira, dia 18, com os empresários da MeuBilhete.com, empresa que juntamente com o Governo do Estado vai promover o clássico.

Fonte: Em Tempo



Faça já seu plano de saúde!!!
Todos os planos de saúde - Individual, familiar e empresarial. Ligue agora. OI - (84) 98863.6877 / TIM - 99968.8972 / CLARO - 99173.0783 - WhatsApp - 98863.6877

sábado, 23 de abril de 2016

Anatel proíbe redução na velocidade de internet fixa por tempo indeterminado

 A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) proibiu, por tempo indeterminado, que as operadoras de telefonia reduzam a velocidade da internet banda larga fixa de seus clientes. A decisão, tomada pelo conselho da agência, foi anunciada hoje (22) à noite.
A proibição, que antes tinha prazo de 90 dias, agora vai vigorar até que a Anatel analise a questão da limitação de franquias de banda larga após reclamações de consumidores.
“Até a conclusão desse processo, sem prazo determinado, as prestadoras continuarão proibidas de reduzir a velocidade, suspender o serviço ou cobrar pelo tráfego excedente nos casos em que os consumidores utilizarem toda a franquia contratada, ainda que tais ações estejam previstas em contrato de adesão ou plano de serviço”, diz a agência reguladora em nota publicada em seu perfil em uma rede social. O site da agência registrou instabilidades ao longo do dia.

Na última segunda-feira (18), a Anatel havia proibido a limitação da franquia de internet banda larga fixa pelo prazo de 90 dias. No entanto, o presidente da agência, João Rezende, informou que a regulamentação do serviço no Brasil não impede esse modelo de negócio.
“A Anatel não proíbe esse modelo de negócios, que haja cobrança adicional tanto pela velocidade como pelos dados. Acreditamos que esse é um pilar importante do sistema, é importante que haja certas garantias para que não haja desestímulo aos investimentos, já que não podemos imaginar um serviço sempre ilimitado”, disse Rezende na ocasião.
Hackers
O grupo de hackers intitulado Anonymous publicou ontem (21) um vídeo criticando a iniciativa das operadoras de limitar a banda larga fixa.
Hoje, o site da Anatel apresentou instabilidade e ficou fora do ar por vários momentos. Não está comprovada, no entanto, a participação do Anonymous na instabilidade da página da agência reguladora.

Fonte:  Marcelo Brandão - Repórter da Agência Brasil



Faça o seu empréstimo consignado!
Ligue agora. OI - (84) 98863.6877 / TIM - 99968.8972 / CLARO - 99173.0783 - WhatsApp - 98863.6877

sexta-feira, 22 de abril de 2016

PSDC reúne pré-candidatos em reunião neste sábado em Natal


Alexandre Valcácio e Joanilson de Paula Rego
 O Partido Social Democrático Cristão reunirá, em evento que será realizado na manhã deste sábado (23), todos os seus pré-candidatos à vereador em todo o Estado do Rio Grande do Norte. A reunião terá como objetivo afiar todos os candidatos para as eleições que se realizarão em outubro.
O vice-presidente nacional do PSDC e vereador de Natal, Dr. Joanilson de Paula Rêgo, destacou que, em todo, estado terá pré-candidatos do partido para estas eleições, onde entre eles estarão presentes figuras como médicos, advogados e representantes de segmentos importantes no Estado.
A reunião acontecerá no Espaço Cuxá, próximo ao hotel Residence, a partir das 9 horas.

Fonte: Portal de Notícias Agora RN 



Faça já seu plano de saúde!!!
Todos os planos de saúde - Individual, familiar e empresarial. Ligue agora. OI - (84) 98863.6877 / TIM - 99968.8972 / CLARO - 99173.0783 - WhatsApp - 98863.6877

quinta-feira, 21 de abril de 2016

Lendário cantor Prince morre aos 57 anos



O cantor Prince morreu aos 57 anos. Seu corpo foi encontrado na casa onde morava, no estado norte-americano de Minnesota, nesta quinta-feira (21). A causa da morte, confirmada por uma assessora e um familiar à imprensa americana, ain
Prince havia sido levado para o hospital em estado de emergência em 15 de abril. Por causa disso, seu jatinho particular teve de fazer um pouso urgente em Illinois. No dia seguinte, ele garantiu aos fãs que estava bem durante um show.
"É com profunda tristeza que eu confirmo que o lendário e icônico artista Prince Roger Nelson morreu em sua residência em Paisley Park, aos 57 anos. Não há mais detalhes sobre a causa da morte neste momento", disse a assessora do artista, Yvette Noel-Schure, à imprensa dos EUA.
Ícone pop
Prince foi um dos artistas mais influentes da música pop durante seus 40 anos de carreira. Cantor, compositor, multi-instumentista e ator, ele teve o talento reconhecido com sete prêmios e 30 indicações no Grammy, um Oscar, um Globo de Ouro e quatorze músicas no top 10 da “Billboard”.
Prince tornou-se um fenômeno mundial nos anos 1980, fundamentalmente com "Purple Rain" (1984), frequentemente considerado um dos melhores álbuns de todos os tempos.
O estrondoso sucesso que ele alcançou entre 1984 e 1985, quando emplacou “When doves cry”, “Let’s go cracy”, “Purple rain” e “Kiss“, marcou sua imagem para o grande público. Mas apenas os hits não resumem sua importância para diversos gêneros musicais: funk, rock, r&B, soul, jazz e rap.


Fonte: G1



Faça o seu empréstimo consignado!
Ligue agora. OI - (84) 98863.6877 / TIM - 99968.8972 / CLARO - 99173.0783 - WhatsApp - 98863.6877

Após reclamar da Record no ar, Geraldo Luís é suspenso do Domingo Show.

  A direção da Record decidiu suspender Geraldo Luís do Domingo Show depois que o apresentador reclamou da emissora, no ar, na última edição do programa. Geraldo Luís disse ao vivo que estava "muito triste" com uma intervenção que fizeram em uma reportagem sua e insinuou que colegas da emissora são covardes. "Tem gente aqui que não briga, cospe no prato que come", acusou. Geraldo Luís ficará fora do Domingo Show por pelo menos uma edição, a próxima. Será substituído por Luiz Bacci. A produção do dominical e o substituto foram comunicados da decisão no início da noite desta terça-feira (19).
 
Geraldo Luís, aparentemente, não gostou de algum corte que fizeram na principal reportagem do programa, sobre José Mário Teixeira do Nascimento, o cantor popular Zezo, um ex-catador de lixo que hoje é milionário, tem mais de 50 imóveis alugados e anda de "cavalo branco" (uma Porsche Cayenne). A reportagem teve quase uma hora de duração. O Domingo  Show foi mais curto por causa da cobertura da votação do impeachment de Dilma Rousseff.
 
Geraldo Luís fez o seguinte discurso, transcrito na íntegra pelo Notícias da TV:
"Deixa eu falar uma coisa importante. O Domingo Show tem todo esse sucesso porque, graças a Deus, a Record me permite ser quem eu sou. E tudo aquilo que eu sinto eu falo. Eu sou muito feliz nesta casa, mas eu quero dizer que eu fiquei muito triste hoje. Como um contador de histórias, é muito difícil eu ver uma matéria, como eu vi a minha agora ser... [gesticula com o braço sugerindo cortes, enquanto faz breve pausa], não pelos editores, que eu tenho uma equipe maravilhosa. Mas não façam mais isso, porque eu faço com tanto amor, eu brigo pela Record. Tem gente que  aqui e não briga, cospe no prato que come. Eu não, brigo. Não sou covarde. Então quando vejo uma matéria minha que poderia ter rendido mais, eu brigo mesmo e, que pena! Não façam mais isso que vocês fizeram comigo. Pelo amor que eu tenho por essa emissora, por tudo, por favor, não façam mais isso com a minha matéria, em respeito profissional a mim também.
Esta não é a primeira vez que Geraldo Luís é castigado pela Record. Em dezembro do ano passado, a emissora escalou Luiz Bacci para gravar uma reportagem com a cantora Mara Maravilha no lugar do titular do Domingo Show. Geraldo Luís só não ficou fora do ar em um domingo porque conseguiu reverter a decisão nos bastidores. Na época, o apresentador foi punido por que estava em conflito com Rodrigo Faro, principal estrela da casa.
Procurado desde segunda-feira, Geraldo Luís não tem atendido aos telefonemas do Notícias da TV. A Record não se comunica com o site.

Fonte: Notícias da TV




Faça já seu plano de saúde!!!
Todos os planos de saúde - Individual, familiar e empresarial. Ligue agora. OI - (84) 98863.6877 / TIM - 99968.8972 / CLARO - 99173.0783 - WhatsApp - 98863.6877

Entenda a tramitação do impeachment no Senado

 Depois de ter a admissibilidade aprovada pela Câmara dos Deputados no último domingo (17), o processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff será analisado pelo Senado. Em votação no plenário, os senadores terão que decidir se aprovam ou não a abertura do processo de afastamento da presidenta. A votação poderá ocorrer na primeira quinzena de maio.
O primeiro passo da tramitação do impeachment no Senado foi a leitura em plenário, terça (19), do parecer da Câmara favorável à abertura do processo. Em seguida, o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), criou a comissão especial para a análise do processo e pediu aos líderes partidários a indicação dos 42 senadores que vão compor a comissão: 21 titulares e 21 suplentes. O documento lido em plenário foi publicado hoje (20) no Diário Oficial do Senado Federal.
Embora o prazo para a indicação de senadores para a comissão termine na sexta-feira (22), a maioria dos líderes já fez a indicação oficial à Mesa do Senado ou anunciaram informalmente os prováveis indicados.

A eleição da comissão especial pelo plenário da Casa está marcada para a próxima segunda-feira (25), a partir das 16h. Na terça-feira (26), haverá instalação oficial do colegiado, com a eleição do presidente, do vice e do relator.
Após a instalação da comissão especial, começa a contar o prazo de dez dias úteis para que o relator apresente seu parecer sobre a admissibilidade da abertura do processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff. Nessa fase não há previsão de defesa da presidenta. O parecer precisa ser votado pelos integrantes do colegiado a aprovação se dá por maioria simples.
Qualquer que seja o resultado da votação na comissão, a decisão final cabe ao plenário do Senado, que é soberano. No plenário, o parecer da comissão será lido e, após 48 horas, votado nominalmente pelos senadores. Para ser aprovado é necessária a metade mais um dos votos dos senadores presentes, desde que votem pelo menos 41 dos 81 senadores da Casa.
Se o parecer da comissão for pela admissibilidade do processo de impeachment e o texto for aprovado pelo plenário do Senado, o processo contra a presidenta é instaurado e Dilma será notificada e afastada do cargo por 180 dias. Com isso, o vice-presidente Michel Temer assume o governo. Se o parecer da comissão pela admissibilidade for rejeitado no plenário, a denúncia contra a presidenta será arquivada.
Se o processo de afastamento da presidenta for aberto, começa a fase de produção de provas e a possível convocação dos autores da denúncia, da presidenta Dilma e da defesa até a conclusão das investigações e votação do parecer da comissão especial sobre o processo.
Para que a presidenta perca o mandato são necessários votos de pelo menos 54 senadores, dois terços da Casa. A sessão final do julgamento será presidida pelo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF).
Em caso de absolvição, a presidenta reassume o mandato imediatamente. Se condenada, a presidenta é automaticamente destituída e fica oito anos sem poder exercer cargo público. O vice, Michel Temer, assume a Presidência da República até o fim do mandato, em dezembro de 2017.

Fonte:  Iolando Lourenço - Repórter da Agência Brasil



Faça o seu empréstimo consignado!
Ligue agora. OI - (84) 98863.6877 / TIM - 99968.8972 / CLARO - 99173.0783 - WhatsApp - 98863.6877

Henrique Alves tem CNH retida após se negar a soprar bafômetro em Natal

CNH de Henrique Eduardo Alves foi retida durante blitz da Lei Seca realizada em Natal  Foto: G1/RN
 O ex-ministro do Turismo Henrique Eduardo Alves (PMDB) se recusou a fazer um teste de bafômetro ao ser parado em uma blitz realizada pela Polícia Militar e Detran na madrugada desta quinta-feira (21) na Zona Sul de Natal. "Como não soprou o aparelho, a carteira de habilitação dele ficou retida", afirmou o capitão Styvenson Valentim, coordenador da Operação Lei Seca no estado. Seis policiais militares também foram autuados.

Ainda segundo o capitão, Henrique Alves tem até cinco dias úteis para ir ao Detran reaver o documento. "Sem o teste do bafômetro não ficou comprovada a ingestão de bebida alcoólica. Assim, ele não vai responder criminalmente. Mas, ele ainda vai responder administrativamente e vai pagar multa de R$ 1.915,40", explicou Styvenson. O G1 tentou falar com a assessoria de Henrique, mas não conseguiu contato. 
Ainda de acordo com o capitão, a blitz realizada na madrugada terminou com 16 pessoas presas e 132 CNHs recolhidas. A fiscalização aconteceu na rotatória da avenida Engenheiro Roberto Freire com a Rota do Sol, via de acesso às praias do litoral Sul potiguar.
Um carro oficial do Estado foi apreendido. O veículo era conduzido por um policial militar, que também foi autuado por ser recusar a soprar o bafômetro. PMs da Paraíba, Pernambuco e de Brasília também irão responder administrativamente

Lei Seca
As regras da Lei Seca consideram ato criminal quando o motorista é flagrado dirigindo com índice de álcool no sangue superior ao permitido pelo Código Brasileiro de Trânsito: 0,34 miligrama de álcool por litro de ar expelido ou 6 decigramas por litro de sangue.
Nesse caso, a pena é de detenção de 6 meses a 3 anos, multa e suspensão temporária da carteira de motorista ou proibição permanente de obter a habilitação.
Condutores autuados por esse tipo de infração pagam R$ 1.915,40 de multa,  perdem 7 pontos na carteira e têm a CNH apreendida. O valor é dobrado caso o motorista tenha cometido a mesma infração nos 12 meses anteriores.
Se o bafômetro registrar um índice igual ou superior a 0,05 miligrama de álcool por litro de ar, mas abaixo do 0,34 permitido pelo Código de Trânsito, o condutor é punido apenas com multa.
No exame de sangue, o motorista será multado por qualquer concentração de álcool, e pode ser preso se tiver mais de 6 decigramas de álcool por litro de sangue.

Fonte: G1/RN


Faça já seu plano de saúde!!!
Todos os planos de saúde - Individual, familiar e empresarial. Ligue agora. OI - (84) 98863.6877 / TIM - 99968.8972 / CLARO - 99173.0783 - WhatsApp - 98863.6877

segunda-feira, 18 de abril de 2016

Senadores querem PEC para novas eleições junto com impeachment



Um grupo de seis senadores anunciou hoje (18) que apresentará ainda esta semana uma proposta de emenda à Constituição para que sejam realizadas novas eleições presidenciais em outubro deste ano. A ideia dos senadores Walter Pinheiro (sem partido-BA), Randolfe Rodrigues (Rede-AP), João Capiberibe (PSB-AP), Lídice da Mata (PSB-BA), Paulo Paim (PT-RS) e Cristovam Buarque (PPS-DF) é que a proposta tramite paralelamente ao pedido de impeachment da presidenta Dilma Rousseff no Senado.
“A ideia da PEC não é interromper o processo de impeachment, até porque, legalmente, isso não pode ser feito. Se tivermos de tocar a PEC com a presidente afastada, tudo bem”, esclareceu Pinheiro.
Segundo o senador, a preocupação do grupo é com o que acontecerá depois que a presidenta for afastada e, se for o caso, definitivamente impedida pelo Congresso Nacional. “O problema é o dia seguinte. Se quem vai ficar terá condição de resolver o problema do Brasil”, disse.
Assinaturas
O texto da PEC ainda está sendo construído e deve ser apresentado na quarta-feira (20), quando o grupo começará a recolher as 27 assinaturas necessárias para que ela comece a tramitar. Para o senador Randolfe Rodrigues, a expectativa é que a sugestão receba a adesão do povo que está nas ruas e que quer o afastamento de Dilma, mas não se vê representado pelo vice-presidente Michel Temer.
“As ruas não estão rejeitando somente a Dilma. Estão rejeitando o Temer também. A posse dele é uma tentativa de fraude à vontade das urnas”, afirmou o líder da Rede. Conforme Randolfe, toda a linha sucessória da Presidência da República está “contaminada” pelas denúncias de corrupção e pela crise política.
Para conseguir apoio dentro do Congresso, a estratégia do grupo é conversar com todos os partidos políticos, inclusive PT, PSDB e “aqueles que são capazes de ouvir” no PMDB, segundo Randolfe. Nessas conversas deve ser definido se a PEC vai propor um mandato tampão de dois anos, de modo que as eleições voltem ao padrão em 2018; um mandato normal de quatro anos, a contar a partir do ano que vem; ou um mandato de seis anos para emendar com as eleições gerais de 2022.
Além das 27 assinaturas para início da tramitação, a PEC precisará de 49 votos em cada um dos dois turnos de votação a que será submetida no Senado. Depois, ela seguirá para a Câmara dos Deputados, onde também será submetida a dois turnos de votação e precisará ser aprovada por três quintos dos deputados.
Eleições
Mais cedo, a ex-candidata à Presidência da República e porta-voz da Rede Sustentabilidade, Marina Silva, divulgou nota criticando Michel Temer e os presidentes da Câmara e do Senado, os dois seguintes na linha sucessória. Marina defendeu que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decida pela cassação da chapa que ganhou as eleições de 2014 e o Brasil seja levado a novas eleições diretas.
“A população tem o direito de dar a palavra final, agora sabendo de tudo o que ficou oculto em 2014, e escolher um novo governo para coordenar os imensos esforços que o Brasil terá de fazer para tirar o país da crise”, acrescentou a nota.
O texto conclui afirmando que “a saída” passa pelo TSE. “Nem Dilma, nem Temer. Por uma nova eleição”, destacou Marina Silva.

Fonte:  Mariana Jungmann - Repórter da Agência Brasil





Faça o seu empréstimo consignado!
Ligue agora. OI - (84) 98863.6877 / TIM - 99968.8972 / CLARO - 99173.0783 - WhatsApp - 98863.6877

BandNews FM confirma estreia em João Pessoa para o dia 2

 Confirmada a data de estreia da BandNews FM 103.3 em João Pessoa. No próximo dia 2 de maio a rede jornalística deverá iniciar as suas operações na Paraíba, fato que também deverá influenciar a grade nacional da BandNews FM. Inicialmente a estreia em João Pessoa estava prevista para a segunda quinzena de abril, porém a emissora local necessitou de mais tempo para realizar ajustes técnicos para poder iniciar os trabalhos como BandNews FM. João Pessoa será a primeira estreia na rede desde 2013, quando a emissora iniciou os seus trabalhos em Fortaleza.
Assim como já ocorreu com as inaugurações de outras emissoras da rede (a última foi a BandNews FM 101.7 de Fortaleza, inaugurada em março de 2013), a estreia em João Pessoa deverá contar com uma grade de programação especial para apresentar a nova FM da rede “all-news” para todas as praças que contam com o projeto. A data de estreia (2 de maio) também já foi citada em rede nacional por alguns âncoras da rede paulista. Uma chamada especial executada em rede nacional também já informava a audiência sobre a estreia da BandNews FM na Paraíba, porém sem mencionar uma data para a inauguração.

As principais ações e referências a nova BandNews FM deverão ocorrer no horário nacional do jornalista Ricardo Boechat (07h30 às 09h00), isso no próximo dia 2 de maio. O âncora também chegou a aparecer em um vídeo, onde confirmava a estreia da BandNews FM em 103.3 FM. O material foi divulgado em um evento da TV Clube João Pessoa (afiliada da TV Bandeirantes) em março passado.

Desde o dia 12 de março a 103.3 FM de João Pessoa está executando uma grade de programação musical de perfil adulto-contemporâneo, sendo uma espécie de transição para a estreia da BandNews FM. De 2007 até o começo de março deste ano a emissora paraibana operou como Clube FM 103.3. A estação é controlada pelo Sistema Opinião de Comunicação, afiliado à TV Bandeirantes.

Fonte: Tudo Rádio



Faça já seu plano de saúde!!!
Todos os planos de saúde - Individual, familiar e empresarial. Ligue agora. OI - (84) 98863.6877 / TIM - 99968.8972 / CLARO - 99173.0783 - WhatsApp - 98863.6877

Impeachment de Dilma chega a 50 pontos de audiência

 Por volta das 23h10, momento em que o resultado da votação da Câmara dos deputados dava que a presidente Dilma Rousseff tinha perdido a batalha do impeachment, a televisão brasileira registrou um placar não visto nem mesmo em finais de Copa do Mundo. A TV Globo registrava 37 pontos, a Record 8, Band 4, RedeTV 2 e TV Brasil 0,8 na grande São Paulo. 
Apenas o SBT ignorou a votação do Impeachment e seguiu com sua programação normal, tática que acabou dando certo na disputa pelo segundo lugar, já que sem concorrência com a Rede Record, o “Domingo Legal”, “Eliana” e “Programa Silvio Santos”, bateram recorde e conseguiram o segundo lugar pela primeira vez este ano, com exceção do “Domingo Legal”, que ficou em terceiro lugar

Fonte:  Blastingnews




Faça o seu empréstimo consignado!
Ligue agora. OI - (84) 98863.6877 / TIM - 99968.8972 / CLARO - 99173.0783 - WhatsApp - 98863.6877

domingo, 17 de abril de 2016

Veja como será a cobertura da votação do impeachment nos canais de notícia da TV paga



Neste domingo, dia 17/04, vai acontecer a votação na Câmara dos Deputados que vai decidir sobre a continuidade do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff, que contará com uma grande cobertura dos canais de notícia da TV paga.
A Globo News vai começar a cobertura a partir das 11:45h da manhã. Jornalistas como Maria Beltrão, Christiane Pelajo, Sérgio Aguiar e outros, receberão especialistas para comentar o processo. Andréia Sadi estará dentro da Câmara, que trará informações diretamente do plenário.
Na Record News, vai contar com imagens ao vivo do plenário e de várias cidades do país. Mostrará ainda os pronunciamentos e votos dos deputados, além das manifestações da rua, e contar com a presença de convidados no estúdio.
Já na Band News, seus principais jornalistas estarão ancorando normalmente, como Nelson Costa, Caroline Nogueira e Fabiana Panachão. Trará entrevistas com políticos, e terá entradas ao vivo para mostrar a situação dos protestos, contra e a favor da presidente.

Fonte:  Com informações do Na Telinha.




Faça já seu plano de saúde!!!
Todos os planos de saúde - Individual, familiar e empresarial. Ligue agora. OI - (84) 98863.6877 / TIM - 99968.8972 / CLARO - 99173.0783 - WhatsApp - 98863.6877

Deputados decidem se denúncia contra Dilma será aceita; votação começa às 14h



A Câmara dos Deputados decide hoje (17) se aceita a denúncia de crime de responsabilidade contra a presidenta Dilma Rousseff acatada em dezembro pelo presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Após mais de dois dias de discussão pelo plenário da Casa, o parecer do relator Jovair Arantes (PTB-GO), pela admissibilidade do impeachment, vai a voto a partir das 14h. A votação é aberta e cada um dos 513 deputados será chamado nominalmente para declarar sua posição. Para ser aprovado são necessários 342 votos favoráveis, ou dois terços da Casa.
O pedido que está em análise pelos deputados foi feito em outubro do ano passado pelos juristas Hélio Bicudo e Miguel Reale Jr. e a advogada Janaína Pascoal.  
A sessão de votação será aberta com a fala do relator. O deputado Jovair Arantes terá 25 minutos para apresentar seu parecer a favor do impeachment. Depois, os 25 líderes partidários, além dos líderes do governo e da minoria, orientarão suas bancadas. A previsão de Eduardo Cunha é que o resultado da votação seja conhecido por volta das 21h.
Ordem de votação
Depois de anunciar que a ordem de chamada da votação seria iniciada pelos deputados da Região Sul e finalizada pelos da Região Norte, Cunha recuou e decidiu, na última quinta-feira (14), que a ordem da votação será alternada, começando pelos deputados de um estado do Norte. A decisão foi tomada horas antes de o plenário do Supremo Tribunal Federal (STF), em sessão extraordinária, rejeitar ação do PCdoB, que pedia a anulação das regras definidas pelo presidente da Câmara,
De acordo com decisão de Cunha, a ordem de chamada será a seguinte: parlamentares de Roraima, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Amapá, Pará, Paraná, Mato Grosso do Sul, Amazonas, Rondônia, Goiás, Distrito Federal, Acre, Tocantins, Mato Grosso, São Paulo, Maranhão, Ceará, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Piauí, Rio Grande do Norte, Minas Gerais, Paraíba, Pernambuco, Bahia, Sergipe e Alagoas.
O processo de votação deverá durar cerca de quatro horas, uma vez que cada um dos 513 deputados, segundo cálculos da presidência da Casa, gastará, em média, 30 segundos para proferir seu voto.
“Estou prevendo quatro horas [de votação]. São 513, tem segunda chamada daqueles que não compareceram, tem o tempo de deslocamento até o microfone. [Somando] o gasto com cada procedimento desse meio minuto, serão 256 minutos, o que dá 4 horas e 16 minutos”, calculou Cunha.
Com menos de 342 votos, o pedido será arquivado. Se o resultado for favorável ao texto de Arantes, o processo segue para o Senado Federal analisar o processo de impeachment. Caso os senadores também acatem o parecer do relator e decidam que deve haver um julgamento quanto ao mérito, a presidenta é afastada por 180 dias e os senadores formarão uma nova comissão para analisar a denúncia.

Fonte:  Ivan Richard e Paulo Victor Chagas - Repórteres da Agência Brasil



Faça o seu empréstimo consignado!
Ligue agora. OI - (84) 98863.6877 / TIM - 99968.8972 / CLARO - 99173.0783 - WhatsApp - 98863.6877