sábado, 31 de dezembro de 2011

Salário de vereador sobe até 62%


As Câmaras Municipais de ao menos seis capitais brasileiras aprovaram reajustes de até 62% nos contracheques dos vereadores, informa reportagem de Sílvia Freire e Felipe Luchete, publicada na Folha deste sábado
O objetivo da antecipação, programada apenas para o fim de 2012, é evitar o desgaste político de votar aumento salarial em ano de eleições municipais. Com isso, Belo Horizonte, São Paulo, Curitiba, Florianópolis e Maceió terão, a partir de janeiro de 2013, incremento da folha de pagamento dos vereadores.
No Rio de Janeiro, apesar de a lei estabelecer que o reajuste só pode entrar em vigor na legislatura seguinte, os vereadores já estão recebendo o aumento de 62%. Em São Paulo e em outras duas capitais, Porto Alegre e Goiânia, os vereadores também aprovaram ao longo deste ano outros reajustes, já em vigor --de 22,7%, 20,7% e 14,73%, respectivamente. 

FONTE: FOLHA

domingo, 25 de dezembro de 2011

Feliz Ano Novo para os amigos do bem

 
Obrigado Deus por cada dia de 2011 e que 2012 venha com o melhor de Deus para cada um. Viva a vida.
 
Feliz Natal com muita paz e saúde que a luz de Cristo fique sempre presente na vida de todos. VIVA A PAZ. 
 
São os votos de Alexandre Valcácio

sábado, 24 de dezembro de 2011

Orkut ainda lidera no Brasil


O Orkut ainda é a rede social mais acessada no Brasil, com 34,7 milhões de visitantes únicos, seguido pelo Facebook, com 32 milhões. O Twitter é utilizado por quase 13 milhões. Os números são da empresa de pesquisas comScore, em relatório anual sobre o comportamento das redes em todo o mundo divulgado pelo portal Terra.
Segundo a pesquisa, 97,4% da população online no Brasil acessa redes sociais, gastando em média de 6,1 horas mensais nessa atividade. O Google+, última investida do Google nas redes sociais, não aparece entre as cinco redes mais acessadas no País. Entre os países cujos habitantes mais utilizam as redes sociais, Israel aparece em primeiro lugar, com 11,1 horas, seguido de Argentina (10,7 horas) e Rússia (10,4 horas).
FONTE ETHEVALDO SIQUEIRA

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Fox Sports pode entrar em pacotes básicos das operadoras


Se a negociação correr da forma que o Grupo Fox prevê, seu novo canal esportivo na TV paga, o Fox Sports, pode entrar de forma gratuita em simplesmente todos os pacotes de assinatura no país, independentemente do preço e do pacote. Se isso ocorrer, o Fox Sports se tornará o maior concorrente e ameaça já enfrentados pela Globosat, que sempre teve hegemonia com seus canais Sportv.
Mas o que a Globosat estaria mesmo temerosa é que a Fox passe a exercer seu direito de transmissão (e exclusividade) em esportes como a Fórmula 1, lutas de boxe e o UFC – os dois primeiros há décadas exibidos somente pela Globo e seus canais pagos.
A princípio, porém, o Fox Sports informou que não veio ao Brasil para destruir os concorrentes, mas executivos da Globosat sabem que essas promessas são temporárias e mudam ao sabor do mercado e de interesses.
Com informações do UOL, por Ricardo Feltrin

domingo, 18 de dezembro de 2011

Passeio do Barcelona e da Globo

O baile do Barcelona sobre o Santos hoje de manhã rendeu à Globo uma audiência histórica: 32 pontos de média na Grande São Paulo, segundo o Ibope, entre às 8h30 e 10h30. A Record ficou na vice, tal qual o Santos: cravou três pontos.
Nada menos do que 67 em casa cem aparelhos ligados sintonizavam a final do Mundial. Habitualmente, no horário, a Globo não passa dos doze pontos.

Por Lauro Jardim de Veja.


sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Estreia em fevereiro o Fox Sports, sexto canal esportivo da TV paga no país


Propriedade da NewsCorp, do megamilionário Rupert Murdoch, a marca desembarca com um investimento estimado em US$ 200 milhões para os próximos dois anos e tem a exclusividade de transmissão das copas Libertadores e Sul-Americana 2012, na TV por assinatura.

O canal estreia na primeira semana de fevereiro, já avisou aos concorrentes que exercerá direitos de exclusividade dessas competições e diz que exibirá 126 jogos da Libertadores (nove por semana), a partir de 8 de fevereiro, quando começa a chamada "fase dos grupos''.


Foi por isso que a Globosat informou melancolicamente ao mercado, na última terça-feira, que seus canais estavam fora da Libertadores a partir do ano que vem. No entanto a Fox vai continuar cedendo à TV Globo (aberta) o direito a um jogo da competição por semana.
 Trata-se de um dos maiores investimentos já feitos por um único canal na TV paga brasileira. Com sede no Rio, terá uma equipe de 150 pessoas, entre repórteres, apresentadores, comercial, site e área técnica.

Um dos primeiros contratados é Eduardo Elias, que hoje apresenta o "MTV Rock Gol". A Fox está assediando e fazendo várias propostas a jornalistas esportivos e pode anunciar em breve a contratação de Nivaldo Prieto, hoje na Band.

Para Hernan Lopez, CEO da Fox International Channels, o momento é "mágico" para a estreia de um canal esportivo que detém os direitos da Libertadores. "Temos muita sorte de estrear com Corinthians, Flamengo, Santos, Fluminense, Vasco e Internacional. Muita sorte ter tantos times populares", diz.

UNIVERSO EM EXPANSÃO

O vice-presidente da Fox Sports, Eduardo Zerbini, se diz consciente de que o universo de assinantes e de público esportivo da TV paga no Brasil ainda é pequeno.

"Pequeno, mas exigente e apaixonado. O alvo do canal será menos o torcedor e mais o fã do esporte", afirma.

O grupo midiático estima que a TV paga no Brasil passará das 12 milhões de assinaturas atuais para 40 milhões nos próximos três anos.

O canal, no entanto, não vai tirar proveito da Olimpíada de 2012 ou da Copa do Mundo de 2014, pois a negociação para essas competições já terminou.

TV ABERTA NA TV PAGA

Segundo ranking feito nas oito principais praças do país, os quatro canais mais vistos na TV por assinatura são canais abertos: Globo, Record, SBT e Band.

Isso significa que o telespectador está pagando para ter cabo ou satélite, tem chance de variar o cardápio, mas prefere manter seus velhos hábitos de entretenimento.

O quinto colocado (primeiro canal pago da lista) é o Discovery Kids. O Sportv ocupa a sexta posição, e o Sportv 2 ocupa a 13ª posição (veja quadro acima). Entre os canais esportivos, o que tem a menor audiência é a Bandsports, cuja participação no universo de TVs pagas ligadas é de apenas 0,04%.

O Fox Sports tem o maior acervo de competições esportivas no mundo: inclui Libertadores, a Nascar, torneios de tênis da ATP e UFC, entre outros. Vários desses esportes são exibidos atualmente pelos concorrentes Sportv, ESPN e Bandsports.

Esses canais pagam para ter esse conteúdo exclusivo da Fox. Isso não deve mudar, segundo o grupo norte-americano.

"Não viemos aqui para prejudicar concorrentes", diz o CEO Lopez, questionado sobre se os rivais seriam excluídos desse conteúdo. "Não temos o menor interesse em chegar ao Brasil para destruir ou criar uma disputa encarniçada de mercado", diz.

"A Globo é nossa amiga e vai exibir um jogo da Libertadores por semana." A partida continuará sendo exibida às quartas, depois da novela.

Apesar da mensagem de "paz e amizade", o CEO não revela se vai competir e exibir a mais nova joia adquirida pela "amiga" brasileira, o badalado UFC. Porque, se quiser, o Fox Sports também detém esse direito.


           Fonte: Ricardo Feltrin/

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Sky lança primeira oferta de 4G do país


 A operadora de TV por assinatura SKY, anunciou sua entrada no segmento de banda larga com a oferta de conexão 4G no Brasil.
Inicialmente a oferta da empresa será restrita aos residentes de Brasília. A tecnologia utilizada será a TD-LTE (Time Division Duplex Long Term Evolution), também conhecida como 4G.

O acesso à internet 4G será feito por meio de um modem Wi-Fi e terá a opção de duas velocidades: 2 Mbps e 4 Mbps com valores mensais de R$ 79,90 e R$ 99,90, respectivamente.
Uma antena da SKY enviará sinal diretamente para o modem do usuário, que poderá conectar-se à rede 4G da empresa via Wi-Fi ou cabo Ethernet. Segundo a empresa, no momento não há intenção de fornecer internet móvel LTE, embora afirme que sua tecnologia seja compatível para tal.
Este é o primeiro serviço banda larga, lançado no Brasil e na América Latina, a utilizar esta tecnologia para um acesso sem fio à internet. A solução TD-LTE utilizada pela SKY será fornecida pela Nokia Siemens Networks.
A partir de 2012 a empresa irá ofertar o serviço para mais 12 cidades, onde possui autorização para operar serviços de comunicação de dados (SCM), na faixa de frequência 2,5GHz, entre elas estão Goiânia, Belo Horizonte, Vitória, Porto Velho, Bauru, Belém e Uberaba.
As licenças utilizadas são as da ITSA, operadora que a SKY comprou há 3 anos, e que possui acesso exclusivo a quase 200MHz de espectro contínuo nos mercados onde opera.
Atualmente a rede 4G no Brasil ainda aguarda o edital da Anatel, marcado para abril de 2012, para licitação da faixa de 2,5 gigahertz (GHz), voltada para os celulares de quarta geração (4G), e da faixa de 450 megahertz (MHz), que deve ser utilizada para levar internet banda larga via rádio às zonas rurais


 Fonte: Convergência Digital

domingo, 11 de dezembro de 2011

Dia do Orgulho Hétero repercute na mídia



Quando o vereador Carlos Apolinário sugeriu em julho a criação do primeiro Dia do Orgulho Hetero do mundo, dizia estar querendo contrapor a famosa Parada LGBT que leva milhões às ruas da capital paulista todos os anos.
Mas além de várias opiniões favoráveis e contrárias na comunidade brasileira, o assunto foi tratado também pela revista norte-americana Charisma. Com edições em inglês e espanhol, a Charisma tradicionalmente alcança milhares de cristãos de tradição pentecostal.
Alguns ministérios cristãos que trabalham com gays acham que este tipo de proposta passa uma mensagem de divisão. Definitivamente não é uma unanimidade entre todos os segmentos evengélicos.
“Eu respeito os gays e sou contra qualquer tipo de agressão feita contra eles”, disse Apolinário justificando seu projeto. ”A criação do Dia do Orgulho Heterossexual não simboliza uma luta contra os gays, mas é contra o que eu acredito serem os excessos e privilégios”, finalizou o vereador evangélico do DEM.
Ironicamente, gays e cristãos parecem concordar que o Dia do Orgulho Hetero é uma ideia ruim. O crescimento de assassinatos de gays nos últimos anos subiu mais de 100% no Brasil. Por isso, a Associação Brasileira de Gays, Lésbicas, Bissexuais e Transgêneros (ABGLT) está preocupada que a proposta de Apolinário possa incitar a violência homofóbica.

Quando soube que ele foi aprovado pela Câmara de São Paulo, ABGLT imediatamente emitiu nota dizendo que era “uma vergonha para a maior cidade do País”, a entidade pediu ao prefeito Gilberto Kassab que vete o projeto, classificando-o como “obscurantista”, “discriminatório” e “excrescência homofóbica”.
Jeff Buchanan é vice-presidente da Exodus International, ministério interdenominacional que auxilia quem luta contra a atração por pessoas do mesmo sexo, Ele já esteve no Brasil e está mais preocupado com a perseguição social que com possíveis atos de violência.
“Isso vai contribuir para a criminalização social da questão no Brasil. Vai separar aqueles que não podem necessariamente ser ativo, militantes, membros da comunidade gay, mas pode estar lutando”, afirma Buchanan. ”Apolinário vai basicamente colocar todos na mesma categoria. Minha preocupação é que os gays vão ser condenados ao ostracismo e, como resultado, poderão ser perseguidos socialmente”.
Buchanan também teme um perigo maior: obstáculos maiores para levar Jesus às almas perdidas. O Dia do Orgulho Heterossexual poderia criar uma divisão ainda maior entre a igreja e a comunidade gay no Brasil. “Não vamos ganhar almas com uma estratégia dessas”, diz Buchanan. ”A igreja só vai fazer a diferença quando realmente estiver disposta a amar e servir a comunidade gay.”
Para ele, uma parada de heterossexuais continuaria sendo apenas um desfile de pecadores. Em vez de homossexualidade, os participantes “orgulhosos” poderiam estar envolvidos em outros pecados como adultério, pornografia ou divórcio sem justificação bíblica. O pastor acredita que não há necessidade desses sentimentos de superioridade baseados apenas na orientação sexual. A questão principal não é a heterossexualidade, diz ele, mas a santidade.
Buchanan afirma conhecer igrejas do Brasil que tratam com os homossexuais de uma maneira bíblica. Isso significa trabalhar sério para atrair a comunidade gay até suas congregações mostrando o amor de Cristo. ”Temos de continuar a preencher a lacuna, para alcançar aqueles na comunidade gay com o amor e o evangelho de Cristo, sem comprometer a verdade”, enfatiza ele.
“É como em qualquer outra área do evangelismo. Você começa com os seus conhecidos, sua esfera de relações pessoais. Logo, você saberá quem desses homens e mulheres tem problemas nessa área. Se eles próprios, seus amigos ou membros da família querem ajuda, você ministra a eles. Você os ama e mostra a graça verdadeira para eles a partir de um relacionamento honesto. É assim que tudo começa”, finaliza.

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Bandnews transforma site em portal de notícias


O site do Bandnews TV (www.bandnewstv.com.br) vai mudar o lay-out e a postura editorial. A partir da próxima segunda-feira, 12, o site vai se transformar num portal de notícias 24 horas. Todas as notícias transmitidas pelo canal de televisão também estarão no site, algumas delas em vídeo, outras apenas em textos e fotos. O portal também terá conteúdo exclusivo. Além disso, o site permitirá maior interação com as redes sociais e vai abrir mais espaço para a participação dos internautas. Todas as notícias poderão ser comentadas, a enquete e o fórum diários continuarão a existir e o site vai passar a publicar fotos e vídeos enviados pelos internautas, através da seção “Você Repórter”.
Fonte: EBAND

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

TIM fecha parceria com Sky e entra no mercado de TV por Assinatura


Única operadora de telecomunicações que estava fora do jogo no mercado da TV paga, a TIM divulgou, nesta segunda-feira, 05/12, um acordo com a Sky para marcar a sua presença neste segmento. O anúncio foi feito pelo presidente da TIM Fiber, Rogério Takanayagi. Ideia é reunir o conhecimento da Sky na radiodifusão com a capacidade da tele na oferta de serviços como banda larga ultrarrápida e telefonia.

"Não estávamos nesse mercado porque avaliamos que as teles que entraram não tiveram o conhecimento necessário para alavancar os negócios na área, mesmo com o DTH sendo, hoje, o maior responsável pelo serviço. Por isso, buscamos um parceiro com expertise", afirmou Takanayagi, em entrevista à imprensa,nesta segunda-feira, 05/12, no Rio de Janeiro. O início da oferta comercial está prevista para o primeiro trimestre de 2012.

A TIM realizou nesta segunda-feira, um evento para apresentar a TIM Fiber, empresa oriunda da compra da AES atimus, por R$ 1,6 bilhão, em julho, e que utiliza fibras ópticas por meio da rede de energia elétrica no Rio de Janeiro e em São Paulo. A cobertura da TIM Fiber é de 21 cidades nesses dois estados.

E, Takanayagi, garantiu que, neste momento, não há planos para a expansão da cobertura. "Queremos garantir qualidade em todos as pontas do serviço. A ideia que temos é oferecer um serviço diferenciado, não apenas na velocidade de conexão, mas também na parte de atendimento ao consumidor", sustentou.

Expectativa da tele é chegar a 1 milhão de novos usuários até 2016, com uma receita estimada em R$ 1 bilhão. Até 2014, o ganho de sinergias deverá chegar a R$ 5 bilhões, acrescenta Takanayagi.

Com relação ao mercado de TV por Assinatura, em agosto, quando foi feito a anúncio da nova empresa de banda larga, Takanayagi deixou claro que o DTH, TV por assinatura via satélite, estava fora dos planos, mas antecipou que negociava parcerias estratégicas com a Sky - agora formalizada - e também com a Netflix, distribuidora de filmes via Internet que recém-desembarcou no mercado brasileiro, essa ainda apenas em conversas.

Os investimentos em rede fizeram com que a TIM captasse, em outubro, R$ 1, 72 bilhão, na Bovespa. A maior parte, revelou a tele na época, seria para a expansão dos serviços 2G e 3G. Hoje, a tele anunciou o início da oferta em HSPA+, para ampliar a velocidade de conexão no 3G. 
Fonte: UOL

domingo, 4 de dezembro de 2011

Após encontro com Dilma, Lupi entrega cargo

O ministro do Trabalho, Carlos Lupi, se reuniu na tarde deste domingo com a presidente Dilma Rousseff e entregou seu cargo.
Neste momento, o ministro discute com assessores a redação de uma nota que será divulgada no blog do ministério do Trabalho.
Na nota, ele atribuirá a saída, entre outros motivos, à divulgação do parecer da Comissão de Ética da presidência da República que pede seu afastamento.
SUSPEITAS
Lupi foi o ministro alvo de acusações mais longevo do governo, resistindo com ajuda do Planalto desde 9 de novembro, após reportagem da revista "Veja" afirmar que assessores recebiam propina.
Cinco colegas seus -Antonio Palocci (Casa Civil), Alfredo Nascimento (Transportes), Wagner Rossi (Agricultura), Pedro Novais (Turismo) e Orlando Silva (Esportes)- tombaram logo após reveladas suspeitas de irregularidades.
O objetivo de Dilma era demiti-lo apenas na reforma ministerial, prevista para janeiro. Isso evitaria o constrangimento de ver seu sexto ministro cair por suspeita de irregularidades e a livraria de tratar antecipadamente da acomodação do PDT.
Dilma tende a deixar no cargo o secretário-executivo, Paulo Roberto Pinto, até definir como serão as alterações e o seu grau de abrangência. 
Fonte: Folha

Tem futebol demais na TV, diz Boni

O Corinthians vai a campo neste domingo para resolver uma disputa que surgiu no final do Campeonato Brasileiro, não entre clubes, mas entre Globo e Band, que transmitem os mesmos jogos.
A penúltima rodada, que poderia ter decidido o campeão, registrou audiência baixa para a Globo, 20 pontos de média na Grande São Paulo, com Corinthians x Figueirense. A Band alcançou a metade, 10.
Neste ano, o Corinthians deu à Globo as cinco maiores audiências do Campeonato na Grande São Paulo, praça de maior interesse para o mercado publicitário. Em setembro, registrou o ibope mais alto, 30 pontos. 

Também na Band o Corinthians liderou, mas o ibope mais alto foi exatamente o do último domingo, 10 pontos. Questionado sobre os motivos para a queda neste final de campeonato, José Bonifácio de Oliveira Sobrinho, o Boni, que comandou a Globo na fase de maior audiência, diz que a transmissão deveria ser mais seletiva.
"Tem muito futebol, muito jogo de má qualidade", afirma o executivo, hoje diretor da TV Vanguarda, retransmissora da Globo.
"A gente está transmitindo para cumprir tabela. E acho que a gente devia transmitir somente os bons jogos, os jogos mais interessantes. Eu sei que tem o custo disso, sei que é para diluir o preço dos direitos [de transmissão pagos pela rede aos clubes]. Mas eu acho que tem futebol demais".
Já a emissora rebateu, em resposta da Central Globo de Comunicação: "Em 2010, o Brasileirão registrou média de 20 pontos no PNT [Painel Nacional de Televisão, que indica a audiência nacional] e neste ano está com média de 21 pontos, sem contar a rodada final, que costuma gerar mais curiosidade do torcedor. Portanto, os dados acumulados até a penúltima rodada estão absolutamente dentro da média".
ÍDOLOS
Boni não vê maior problema no conteúdo. "As transmissões de futebol melhoraram muito, equipamentos, tudo. Estão muito próximas do que deve ser feito", diz.
"Mas eu acho que podem ser melhores, como espetáculo", acrescenta. "Como hoje os times trocam muito de jogadores e você não tem uma identidade com seus ídolos, você tem que promover mais. Tem que ter uma promoção maior, esforço para criar ídolos em cada time. A gente não pode viver só do Neymar".
Para a transmissão da rodada final, além do ex-ídolo corintiano Neto como comentarista, a Band anuncia "novidades" para manter sua ascensão. Vai despachar para o Pacaembu "mais câmeras, grua, 'steady-cam', câmera dando visão panorâmica do estádio". Começa às 14h30.
Já a Globo informa que, além do ex-ídolo corintiano Casagrande como comentarista, "estarão envolvidos mais de cem profissionais". No Rio, o mesmo número. 
Fonte: Folha

Ex-jogador de futebol Sócrates morre em São Paulo

O ex-jogador Sócrates, de 57 anos, morreu na madrugada deste domingo. Segundo nota divulgada pelo Hospital Israelita Albert Einstein, o ídolo corintiano morreu às 4h30 (horário de Brasília) em consequência a um choque séptico, que uma infecção causada por bactéria.

Sócrates estava internado desde sexta-feira e, de acordo com o hospital, o estado de saúde do ex-jogador era grave na manhã de sábado e ele respirava com a ajuda de aparelhos. Ele chegou a apresentar uma melhora após uma mudança nos medicamentos, mas não resistiu.

Sócrates teve um choque séptico, que é uma infecção causada por uma bactéria. O ex-jogador começou a passar mal depois de comer estrogonofe em um restaurante em Alphaville, na região metropolitana de São Paulo, com a esposa e um amigo. Os médicos não confirmam se o prato causou a doença.
Essa foi a terceira internação do Doutor em apenas quatro meses. Em agosto e setembro deste ano, Sócrates precisou ser internado por complicações no fígado, que provocaram uma hemorragia digestiva - ele nunca escondeu o gosto pelo consumo de bebidas alcoólicas, mas, agora debilitado e bem mais magro, garante ter se livrado do problema.

O Curupira Pensador*



Minha geração vivia o sabor e a energia dos vinte e poucos anos. Jovens latinos sem dinheiro no bolso, bebendo nos bares, nos corredores universitários e nas canções de Milton, Gonzaguinha e Mercedes Sosa uma esperança que pertencia ao continente inteiro.

Naquela virada de década, dos 70 para os 80, os ventos da mudança sopravam nas áreas de desembarque dos aeroportos brasileiros, aonde dezenas de exilados retornavam ao País com o bilhete da Anistia. Com eles, veio o desejo democrático do voto direto.

Nós ainda levávamos em conta o antigo clichê de que no Brasil não se misturavam política, futebol e religião. Os dois últimos, inclusive, nós tratávamos como cachaças emocionais do povo, que diante do gol e de deus, se deixava embriagar e alienar.

Mas em 1982, quando 70 milhões de brasileiros reconquistaram o direito de eleger diretamente os governadores dos estados, um jovem barbudo, magricela e bom de conversa misturou numa só conquista a tríade que o velho ditado insistia em separar.

O jogador Sócrates tinha 24 anos quando em 1978 chegou ao Corinthians, depois de surpreender público e imprensa pelo Botafogo de Ribeirão Preto. Nos anos anteriores fora goleador do Paulistão. No Brasil da abertura política, ele chegou revolucionando o Timão.

Com a altura de um jogador de basquete, vara de manipular nuvens, ele desafiava as leis da aerodinâmica se movendo num equilíbrio de bailarino com pernas de pau. Tinha um futebol alegre e explosivo movido por uma mente brilhante e um andar desengonçado.

Contemplado num todo, Sócrates jogava o fino da bola, e era pura elegância na junção dos dribles em passos largos, no cabeceio poderoso e nos passes milimétricos dados com o calcanhar. Era o Curupira encantando o povo e enganando os adversários.

Em setembro de 1979, a revista Placar botou nas ruas uma edição especial com o título “Sócrates” e um subtítulo que até parecia fanatismo corintiano: “o melhor jogador do mundo”. O anúncio informava “a vida, os gols e o futuro do doutor”, alusão ao curso de Medicina do craque.

E no embalo do resgate democrático nacional, aquele cara com nome de filósofo começou a juntar com gols e alegria os cacos de um clube carente de vitórias. Em mais de vinte anos, uma taça de 1977 era tudo que a nação corintiana tinha para louvar.

Pela via de um movimento político interno, Sócrates comandou a maior revolução já vista num ambiente clubístico. Com o pé na bola e a cabeça na filosofia, tornou-se o líder da “Democracia Corintiana”, o craque de um sindicalismo lúdico e apaixonante.

O Brasil se reconstruía nas ruas, nos diretórios estudantis, embalado por Ivan Lins: “Começar de novo... Vai valer a pena ter amanhecido, ter me rebelado, ter me debatido...” E Sócrates virando a mesa e recomeçando a História do Corinthians.

As lideranças políticas que retornavam ao País pregavam as mudanças a partir da consciência do povo, que precisava tomar as rédeas do próprio destino. No Parque São Jorge, algo similar já estava em prática, com os craques conscientes do jogo político.

O ano de 1979 acabou com o Corinthians de Sócrates campeão, enquanto no Brasil as sementes da Democracia eram espalhadas pelas cidades. A chegada dos anos 80 trouxe uma primavera democrática no País e consolidou o futebol cidadão do mestre corintiano.

E se o voto direto já funcionava no Timão, nas ruas ele teimava em não brotar no terreno pantanoso do passado. As duas nações marchavam rebeldes ao som de Chico e Elis e nos passos largos do gênio que fazia irreverências mil pra noite do Brasil.

O mago do calcanhar levou o Corinthians ao bi em 82 e 83 em duas campanhas marcadas pelo talento do seu futebol e pela implantação de uma política pioneira em que jogadores e dirigentes ditavam os destinos, esportivo e administrativo, do clube.

Sócrates no Corinthians conseguiu unir o que a sociologia de boteco desunia. Afinal, política, futebol e religião jamais deixarão de mover a vida corintiana. Sócrates acrescentou apenas uma liderança e um espírito libertino. No rádio da época, Simone cantava: “Pra se combinar comigo tem que ter opinião”.

Em 1984, um tsunami de cidadania invadiu as ruas do Brasil. Multidões gritavam por eleições diretas para presidente. Chico Buarque avisava aos ex-ditadores: “Apesar de você amanhã há de ser outro dia”. No Corinthians, o passado reagia contra a Democracia.

A categoria de Sócrates já era um assunto internacional, conhecida e consagrada na Copa da Espanha de 82, quando a seleção brasileira repetiu o trauma da Hungria de 54 e da Holanda de 74, perdendo o torneio, mas encantando o mundo.

O rico futebol italiano veio buscá-lo. O protesto da massa alvinegra foi uníssono. Nas ruas do Brasil, o povo protestava diante da ameaça do Congresso Nacional derrubar as Diretas. O ídolo tentou uma jogada desesperada: “Se cair as Diretas, vou-me embora”.

O Brasil não votou para presidente naquele ano e Sócrates foi brilhar em campos europeus, na Fiorentina. Deixou um legado difícil de repetir-se. Foi gênio, líder e intelectual num só corpo. Numa visão lúdica da política, ele, sim, merece ser lembrado como “O Doutor-Diretas”. (AM)

*Crônica publicada originalmente em 26/10/2009 na coluna PORTFOLIO (hoje ALEX MEDEIROS) de O Jornal de Hoje, Natal.
 
Fonte: Alex Medeiros e Portal ig.

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

Fátima Bernardes sai do Jornal Nacional

Depois de quase 14 anos no Jornal Nacional, a jornalista Fátima Bernardes deixa a apresentação do telejornal, para assumir um programa matutino, em 2012. A apresentadora do Fantástico, Patrícia Poeta será sua substituita e Renata Ceribelli fica a frente do Fantástico.
Segundo o diretor geral de Jornalismo e Esporte da Rede Globo, Carlos Henrique Schroder, Fátima vinha há algum tempo propondo um novo programa e, em abril deste ano, ao apresentar uma proposta formal, a ideia era tão consistente que foi aprovada de imediato pelo diretor-geral da Rede Globo, Octávio Florisbal.
Schroder disse que a mudança, motivada pelo projeto de Fátima, mostra a evolução de três profissionais de talento da TV Globo. "Este é um processo normal de evolução e renovação do jornalismo da Globo. As três construíram carreiras sólidas aqui na TV e chegaram aonde chegaram por mérito. Com certeza, terão grande sucesso em suas novas funções.
A proposta de Fátima realmente é excelente e ela conta com uma sucessora como Patricia Poeta, uma jornalista cujo talento é reconhecido pelos brasileiros. Ao mesmo tempo, Renata Ceribelli já é tão integrada ao Fantástico que a sua escolha é mais do que natural. Com esses ingredientes, tomar a decisão de mudar não foi difícil", afirmou o diretor.
Fonte:  bemparana

Nova era na TV paga


O Brasil está começando uma nova era na expansão dos serviços de televisão por assinatura. Foi esta a avaliação feita pelo ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, durante a abertura do Seminário TV por Assinatura, promovido hoje em Brasília pelo Ministério das Comunicações. O evento reuniu representantes do governo, da iniciativa privada e da sociedade para apresentar os pontos da nova legislação do setor.


Com a sanção da lei nº 12.485 pela presidente Dilma Rousseff, em setembro, as regras dos serviços de TV por assinatura foram totalmente unificadas. Além disso, a nova lei permite a entrada das operadoras de telefonia no mercado, o que vai gerar a expansão da oferta de serviços e ampliar a concorrência no setor. Outro ponto inovador da legislação é a instituição de cotas de conteúdo nacional na programação.
Na avaliação do ministro, o Brasil tem, agora, um marco regulatório moderno e preparado para os tempos de convergência, “incentivando a competição e ampliando as possibilidades para os mais variados atores”. Ele disse que a meta do governo é chegar ao final de 2015 com 32% das residências dotadas de TV por assinatura – atualmente, esse índice é de 20%.
Para o presidente da Ancine, Manoel Rangel, que também participou do evento, a nova lei vai permitir que um serviço que tinha pouca penetração possa expandir-se: “Vai permitir que mais programadoras brasileiras apresentem canais nacionais, permitir que mais conteúdo brasileiro chegue às casas dos brasileiros”. A Ancine, em parceria com a Anatel, vai preparar o regulamento da nova legislação, para que as novas empresas possam começar a atuar no mercado.
Na avaliação do presidente da Anatel, João Rezende, “quebrou-se uma trava no mercado de telecomunicações”. A agência espera um crescimento substancial na oferta de TV por assinatura, principalmente na convergência de serviços. “Haverá mais qualidade, mais competição, mais players, mais pessoas tendo acesso ao serviço. E para a Anatel, o crescimento vem associado à questão da banda larga”, disse João Rezende.
Segundo ele, somente neste ano, foi registrado um crescimento de 30% no mercado de TV por assinatura, principalmente na TV via satélite, atingindo um total de 12 milhões de assinaturas no País. A Anatel pretende votar o regulamento da nova lei de TV por assinatura até o dia 15 deste mês e colocar o documento em consulta pública, disponível para contribuições da população até o dia 30 de janeiro.
Também participaram da cerimônia de abertura representantes do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) e da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (Secom). As informações são da assessoria de imprensa do Minicom.
Fonte: Folha

terça-feira, 29 de novembro de 2011

Audiência fraca


A penúltima rodada do Brasileirão rendeu uma audiência abaixo do esperado para a Globo. O superclássico entre Vasco e Fluminense alcançou 22 pontos no Rio de Janeiro, segundo a prévia do Ibope.
O jogo que poderia dar o título para o Corinthians foi pior ainda, registrou vinte pontos na Grande São Paulo. A Band exibindo o mesmo jogo conseguiu dez pontos de audiência. Feito raro o da Band: atingiu a metade da audiência da Globo. Um resultado que deve ter sido motivo de comemoração na emissora e de preocupação na Globo.
Por Lauro Jardim

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Assinantes de TV são 12,2 milhões


Com 278.071 novos assinantes em outubro, o Brasil atingiu a marca de 12.166.698 domicílios com TV por assinatura. No mês, a base instalada cresceu 2,34%. Os dados divulgados hoje pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) consideram o número médio 3,3 pessoas por domicílio, conforme o IBGE, o que significa que os serviços de TV por assinatura são distribuídos, atualmente, para 40,1 milhões de brasileiros.
O DTH (via satélite) continua sendo o meio de maior crescimento no setor: em outubro de 2011, cresceu 3,7% em relação ao mês anterior, taxa quase igual à de setembro (3,6%). O número de assinantes que recebem os serviços via cabo cresceu 0,9% (0,8% em setembro); e as prestadoras de MMDS (micro-ondas) perderam 2,2% de seus assinantes (2,3% em setembro).
Há seis meses o cabo deixou de ser a tecnologia mais usada na TV por assinatura, e tem agora 44,5% de participação no mercado, enquanto o DTH atingiu a significativa fatia de 53,5%. Em fevereiro de 2010, as conexões via cabo representavam 57,6% e as DTH, 37,9%. Em quatro Estados, 100% dos assinantes de TV recebem o sinal via satélite: Acre, Amapá, Roraima e Tocantins, todos na Região Norte. Mas a participação é muito expressiva também no Pará (95,05%) e no Piauí (95,02%).
A Região Nordeste foi a que mais acrescentou novos assinantes de TV paga, com crescimento de 49,4% nos últimos 12 meses, seguida pelo Norte, com 43,8%. A Região Sudeste, porém, concentra a maioria dos domicílios com TV paga: 7.842.461, ou seja, 64,45% do total do País. Estão nessa região os três Estados com maior número de assinantes: São Paulo (4.925.432), Rio de Janeiro (1.748.046) e Minas Gerais (1.001.530). Completam a lista dos cinco maiores: Rio Grande do Sul (793.056) e Paraná (534.274).
 Fonte: Ethevaldo Siqueira

domingo, 27 de novembro de 2011

Assis Pacheco da entrevista a TV Bandeirantes

ENTREVISTA DO PRESIDENTE (Sintracomp e Força Sindical) ASSIS PACHECO AO JORNALISTA PINTO Jr. DO PROGRAMA CONEXÃO POTIGUAR DA TV BANDEIRANTES DE NATAL 

 Fonte: Marcus Bezerra

Procon notifica supermercado de Natal


O Procon Estadual fez mais uma atuação, que teve como alvo uma grande rede de supermercado. Após receber várias reclamações dos consumidores, os fiscais foram até o Extra, no shopping Midway Mall, para verificar o andamento da promoção Black Friday. O dia promocional foi anunciado com descontos de até 70% em centenas de produtos, mas os clientes afirmaram que a loja só tinha uma mercadoria com o valor máximo de desconto.
Araken Farias


"Estivemos hoje no Extra porque o supermercado anunciou que vários produtos teriam descontos de até 70%, mas apenas um foi encontrado", explicou o coordenador geral do Procon, Araken Farias. O anúncio da televisão avisou que as lojas abririam às 4h da manhã de ontem, horário em que as pessoas começaram a chegar, segundo o Procon. "O gerente atendeu ao pedido dos consumidores e colocou o valor do desconto nos produtos que estavam faltando", declarou Araken dizendo que o supermercado deveria evitar esse tipo de transtorno indicandona propaganda a quantidade de produtos e seus respectivos descontos.

Como o problema foi resolvido de forma rápida, o Procon apenas notificou o Extra sobre a ocorrência do problema. Segundo a assessoria do supermercado, a propaganda falava em descontos de até 70%, e o Procon foi ao local orientar o supermercado a colocar nos produtos que não estavam registrados o desconto o percentual a ser pago. O Extra fez a promoção nas lojas de Ponta Negra e Midway Mall e prometia descontos nas seções de Eletro, Têxtil, Bazar, além de itens sazonais para o Natal. A expectativa da diretoria regional da rede era de aquecer as vendas em até 25%.
Fonte:  Maiara Felipe para o Diário de Natal

Faltam esclarecimentos em relação ao horário nobre da TV por assinatura

 
De olho na Lei 12.485/2011 --que obriga canais pagos com espaço qualificado a exibirem em horário nobre três horas e meia de conteúdo nacional--, as emissoras começam a se mobilizar e já discutem possíveis parcerias com produtoras independentes. Podem vir novidades já a partir de março do ano que vem.
 
As TVs, no entento, dizem que alguns pontos ainda precisam ser esclarecidos pela Ancine (Agência Nacional do Cinema), que passa a regulamentar o setor. Por exemplo, o que seria "horário nobre"? A faixa nobre da TV aberta --que vai das 18h à 0h-- pode não ser a mesma da internet e da TV por assinatura, daí a necessidade, segundo elas, de um esclarecimento.
 
Consultada, a agência regulamentadora informou que a "definição do horário nobre será objeto de uma instrução normativa da Ancine, que deverá ser posta em consulta pública na segunda quinzena de dezembro".
Fonte:  FLÁVIO RICCO

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Aposta de Silas Malafaia


Silas Malafaia vai apostar pesado no jovem cantor gospel Jotta A, fenômeno revelado no programa de Raul Gil. No ano que vem, a Central Gospel do pastor vai lançar um CD do garoto com tiragem de 500 000 exemplares – marca alcançada atualmente apenas por Paula Fernandes e Padre Marcelo Rossi no mercado. 
Com os royalties das vendas, Jotta A deve faturar 1,5 milhão de reais por ano. Este ano, a Sony tentou seduzir o cantor com uma proposta de um milhão de reais.

Por Lauro Jardim de Veja

Sky questiona na Justiça nova legislação da TV paga




A companhia alerta que a imposição de cotas sem compromisso com qualidade e o interesse dos consumidores resultará em um ônus para o assinante e para os demais agentes da cadeia, sem contrapartida para quem efetivamente paga a conta. "Por isso, é natural que a Sky recorra ao Judiciário, para preservar os seus direitos e os direitos de milhões de brasileiros", cita a nota.

Na visão da empresa, a imposição de exibição de conteúdo nacional "apenas protegerá alguns agentes da indústria de produção audiovisual brasileira, criando uma reserva de mercado e garantindo de forma artificial um espaço na TV por assinatura para conteúdos que não necessariamente terão qualidade".

A ameaça de judicializar a questão vinha sendo anunciada pela empresa desde que foi incorporado ao texto que tramitou no Congresso Nacional a obrigatoriedade de exibição de programação nacional em todos os canais de TV paga. E esta semana, a ameaça foi concretizada.

A Sky argumenta que não é contra o incentivo à produção nacional, mas entende que a política de cotas não é a melhor solução. "Desde o início da discussão desta lei, a Sky foi coerente em defender princípios e em apoiar o fomento ao conteúdo nacional de qualidade, através de mecanismos razoáveis e incentivos, e não mediante uma imposição que cerceia direitos constitucionais. Os mecanismos de fomento existentes já são responsáveis por grande parte do conteúdo nacional de qualidade criado no Brasil nos últimos 10 anos".

STF - A Sky não foi a única a questionar judicialmente a nova lei de TV por assinatura. O partido Democratas (DEM) entrou com uma ação direta de inconstitucionalidade no Supremo Tribunal Federal (STF), com pedido de medida liminar, contra diversos dispositivos da nova legislação. Um dos principais pontos atacados são os artigos que atribuem poderes à Agência Nacional do Cinema (Ancine), que ganhou poderes para fiscalizar o cumprimento das cotas de conteúdo nacional. Na ação, o DEM argumenta que constituição "veda que uma lei estabeleça princípios de atividades de comunicação e, em seguida, delegue a uma agência reguladora a implementação destes princípios".

A lei que vigora desde setembro também acaba com o limite de 49% imposto a empresas estrangeiras em operadoras de TV a cabo e abre esse mercado às operadoras de telefonia, que antes tinham várias restrições para operar no setor.
Fonte: Folha

Derrubada do Machadão

Momento exato da derrubada da ultima parte do Machadão em Natal-RN!

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

SBT estreia boletim de notícias durante intervalos comerciais



O SBT estreia, a partir de segunda-feira (28), boletins de notícias que entrarão em todos os intervalos comerciais da programação da emissora. As notícias serão apresentadas por âncoras do canal e também por repórteres, em links. Imagens relevantes dos principais fatos do dia serão utilizadas no revezamento.


"O mais importante é que o jornalismo passa a ocupar uma boa parte da grade de forma dinâmica", ressaltou Paulo Nogueira, diretor de Jornalismo do SBT. Diversas temáticas devem ser abordadas, como assuntos policiais, entretenimento, esportes, política e trânsito.

Segundo escala divulgada, Joyce Ribeiro apresentará o boletim pela manhã. À tarde, Joseval Peixoto e Rachel Sheherazade devem realizar o revezamento e, no período noturno, Carlos Nascimento, Cynthia Benini, Analice Nicolau, Amanda Valeri, Hermano Henning e Rodolpho Gamberini serão os âncoras da 'novidade'.

Red Bull anuncia patrocínio da brasileira Sky para GP do Brasil


Parceira da Red Bull na Stock Car, a Sky vai estampar seu logo também nos carros de F1 da equipe taurina. A empresa de energéticos anunciou nesta quinta-feira (24) que, pela segunda vez, a operadora de TV por assinatura estará presente nos monopostos para o GP do Brasil.

'A F1 e a Red Bull são comprometidas em entreter os fãs e providenciar um grande show. E a Sky é focada em entretenimento de alto nível via tecnologia avançada, então as duas combinam muito bem', afirmou Christian Horner, chefe da equipe.
A parceria entre Sky e Red Bull, que já existe há quase três anos, rendeu dois títulos à equipe na Stock Car, em 2009 e 2011, com Cacá Bueno.
'Como temos uma parceria de sucesso com a Red Bull na Stock Car, é natural que estendamos esse projeto para incluir o time da F1 também', disse Luiz Eduardo Baptista da Rocha, CEO da Sky no Brasil.

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Copa de 82 na tela da Globo

Início da transmissão da Rede Globo do jogo Brasil 4 x 0 Nova Zelândia, terceiro da Seleção na Copa do Mundo de 1982. Aparecem a vinheta clássica do Mundial da Espanha e a abertura dos trabalhos, por Luciano do Valle.
 

  O show do intervalo na Rede Globo em 1982. No caso, é do jogo Brasil 4 x 0 Nova Zelândia, em 23 de junho, terceiro da Seleção na Copa do Mundo
 
 Primeiro intervalo comercial da transmissão da Rede Globo de Brasil 4 x 0 Nova Zelândia, terceira partida do Brasil na Copa do Mundo de 1982, em 23 de junho.
 Durante o intervalo do jogo entre Brasil e Nova Zelândia, pela Copa de 1982, o comentarista Márcio Guedes entrevista Eusébio, o maior jogador português de todos os tempos. E, como todos, apostava no Brasil como finalista do Mundial
 Quartas de finais da Copa do Mundo de 1982, na Espanha

Narração: Luciano do Valle / Rede Globo
Galvão Bueno comentando a  derrota e conseqüente eliminação da seleção brasileira para a Itália na Copa do Mundo de 1982, na Espanha.


Fonte: Youtube

Presidente do América é roubado durante festa do acesso

O presidente do América, deputado Hermano Morais teve uma corrente de ouro roubada enquanto comemorava o acesso do alvirrubro após a vitória contra o Paysandu no estádio Nazarenão.
 Enquanto Hermano dava entrevista a imprensa, o assaltante se misturou entre a torcida do América e puxou a corrente fugindo sem ser identificado.