segunda-feira, 31 de março de 2014

Ministério da Saúde assegura que vacina contra HPV não traz riscos

 
Ministério da Saúde assegura que vacina contra HPV não traz riscosMarcelo Camargo/Agência Brasil
Após seis ocorrências de reações à vacina contra o HPV, o Ministério da Saúde enfatiza para a população que a imunização é segura. “É uma vacina que tem quase dez anos de uso no mundo inteiro. É uma vacina nova aqui no Brasil, mas  há 50 países no mundo que utilizam, quase 175 milhões de doses da vacina aplicadas”, disse o secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Jarbas Barbosa. A vacinação segue normalmente em todo o país.
Até sexta-feira,(28) cerca de 2,3 milhões de meninas foram vacinadas contra o HPV, doença que pode ocasionar câncer de colo de útero. A meta é que até o final de 2014 sejam vacinados 4,2 milhões de meninas entre 11 e 13 anos de idade.
Segundo Barbosa, é comum os jovens terem medo de vacina, e por isso pode ter casos de tontura, e em raras vezes desmaio, mas isso acontece “com qualquer injeção”. “Por isso que o Ministério da Saúde recomenda que a menina seja vacinada sentada e que ela não faça esforços físicos logo após tomar a vacina”, ressaltou.
Casos de vermelhidão e pequeno inchaço na região onde foi aplicada a vacina são comuns, por isso não devem ser motivo de preocupação. Mesmo assim, Barbosa garante que os 35 mil postos de saúde onde há vacinação são orientados a registrarem todas as reações ligadas às vacinas, não só a do HPV.
Essa semana foram notificados seis casos de reações adversas depois da aplicação da vacina contra o HPV que estão sendo investigados. Desses, três meninas de 13 anos tiveram mal estar, dores musculares, dor de cabeça, náusea. Elas foram atendidas por médico, e melhoraram sem hospitalização. Outras duas apresentaram os mesmos sintomas com menor intensidade.
O sexto caso registrado é de uma menina de 11 anos que mora em Veranópolis. Na última quinta-feira, depois de ser vacinada, ela teve uma crise convulsiva. A menina foi atendida, passa bem e está sob acompanhamento neurológico. “Algumas das meninas podem apresentar problemas de saúde que apresentariam sem tomar a vacina e isso muitas vezes é confundido. De qualquer forma o Ministério da Saúde investiga rigorosamente todas as reações adversas que possam estar relacionada à imunização”, explicou Barbosa à Agência Brasil.
As seis meninas foram vacinadas com doses do mesmo lote, composto por um total de 89 mil doses, que teve uso suspenso no Rio Grande do Sul como medida de precaução enquanto ocorrem as investigações sobre o motivo das reações. Segundo Barbosa, o lote foi aprovado nos testes feitos e está sendo usado em outros estados. Não houve registros de reações adversas em outros locais.

Fonte:  Agência Brasil



Faça já seu plano de saúde!!! Ligue agora. (84) 8863.6877 / 9968.8972


domingo, 30 de março de 2014

PSDC completa 19 anos e divulga programa

 
Joanilson de Paula Rêgo
Vice presidente nacional da região Nordeste - Rio Grande do Norte.
O PSDC (Partido da Social Democracia Cristã), que neste domingo (30) completa 19 anos de sua refundação no Brasil, está preparando seu primeiro programa do horário eleitoral gratuito deste ano, a ser exibido em rede nacional de rádio e televisão na próxima terça-feira (1º)
Pré-candidato à presidência da República, o presidente nacional do PSDC, José Maria Eymael aproveita o 1º de Abril para apresentar o programa sob o slogan “No Dia Mentira, a Grande Verdade”.
O programa partidária, além de relembrar os 19 anos de atuação da Social Democracia Cristã no país, vai apresentar soluções para problemas pontuais dos brasileiros, que segundo José Maria Eymael, continuam sendo penalizados pela inflação e pelo permanente desvio de recursos públicos por conta da corrupção.
O programa, que terá também a participação da bancada do PSDC e dos presidentes regionais, apresentará ao País as 27 principais propostas de governo para o Brasil e para os Estados. A determinação da Executiva Nacional do PSDC é de que haja candidatura própria ao governo dos 27 estados e do Distrito Federal.
Fonte: PSDC

sexta-feira, 28 de março de 2014

Henrique Alves passa mal durante reunião do PMDB em Natal

 
Foto feita pela mulher do deputado momentos
após Alves passar mal (Foto: Laurita Arruda/G1)
O presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves, passou mal durante uma reunião do PMDB na tarde desta sexta-feira (28) em Natal. A mulher do deputado federal, a jornalista Laurita Arruda, informou que Alves já está em casa e passa bem. Ele foi consultado pelo médico da família, o cardiologista Lauro Arruda.

"Foi a emoção. Ele ja vinha fazendo um discurso demorado e emocionado. Me disse que sentiu muito a presença do pai - o já falecido ex-governador Aluízio Alves. Isso mexe com o emocional das pessoas. O médico da família tirou a pressão dele aoscultou. Já está com a familia e muito feliz com o resultado de tudo", disse a jornalista.

Segundo o ex-deputado estadual Álvaro Dias, que é médico, Alves teve uma crise de hipoglicemia. "Ele só precisa descansar um pouco e se hidratar", disse Álvaro Dias.

O evento aconteceu no hotel Praiamar, no bairro Ponta Negra, na zona Sul da capital potiguar. A gerência do hotel informou que mais de 500 pessoas estiveram presentes. Durante a reunião houve duas quedas de energia e o sistema de refrigeração não foi suficiente para climatizar o ambiente.

A reunião contou com a presença de lideranças principalmente do PMDB e PSB. No encontro, Henrique Alves foi lançado como nome do partido para o governo do Rio Grande do Norte. Também foi confirmada a pré-candidatura da vice-prefeita de Natal, Wilma de Faria, para o Senado Federal.

Em seu discurso, Henrique Alves citou os nomes do ex-presidente Luiz Inácio da Silva e da presidente Dilma Rousseff. "Cheguei ao terceiro maior posto da República, que é a presidência da Câmara dos Deputados por indicação e com o apoio de Lula e Dilma. Se eles acharam que eu poderia sucedê-los na presidência é porque sabem que estou preparado para ser governador do Rio Grande do Norte", afirmou.

Ainda referindo-se a adversários políticos locais - sem citar nomes -, Henrique disse que o Rio Grande do Norte passa por um momento em que precisa de união. "Aqueles que estão nos criticando por estarmos formando esta aliança deveriam também se unir a nós. O Rio Grande do Norte precisa de mais saúde, mais segurança, mais educação e agora também da mobilidade urbana. Nos meus 44 anos de vida pública, consegui um fato que pode ajudar o nosso estado. Hoje eu abro portas no Executivo, Judiciário e Legislativo".
Fonte: G1RN

domingo, 23 de março de 2014

José Agripino entre os cinco nomes como possíveis candidatos a vice na chapa de Aécio Neves

Blog do Marcos Dantas


As negociações para a definição do vice na chapa do tucano Aécio Neves à Presidência começaram a se fechar em torno de cinco nomes: três do PSDB de São Paulo – o senador Aloysio Nunes Ferreira, a deputada cadeirante Mara Gabrilli e o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso -, o presidente do DEM, José Agripino Maia, e um nome de fora da política, a ex-ministra do Supremo Tribunal Federal (STF), Ellen Gracie.Informou O Globo.
Hoje, o único nome de partidos aliados com chances reais de ser escolhido é o do senador José Agripino Maia (DEM-RN). Um dos aliados em quem Aécio tem maior confiança, Agripino foi fundamental para manter o apoio do DEM aos tucanos, mas sua escolha é vista por boa parte da aliança como pouco produtiva em termos eleitorais. Mineiramente, o senador desconversa quando perguntado sobre seu vice e diz que a decisão só será tomada no final de maio:
ja_vice

11 benefícios da caminhada para o corpo e a mente

 

Ela controla a pressão, diabetes, protege contra demência e ainda emagrece

Você conhece algum exercício mais fácil de praticar do que a caminhada? Ela não exige habilidade, é barata, pode ser feito praticamente a qualquer hora do dia, não tem restrição de idade e ainda pode ser feita dentro de casa se a pessoa tiver uma esteira. “Para uma pessoa que não pratica nenhum tipo de esporte, uma caminhada de 10 minutos por dia já provoca efeitos perceptíveis ao corpo, depois de apenas uma semana, explica o fisiologista do esporte Paulo Correia, da Unifesp. Além da melhora do condicionamento físico, as vantagens de caminhar para a saúde do corpo e da mente são muitas, e comprovadas pela ciência. Confira aqui os11 benefícios que esse hábito pode fazer para você:
1.Melhora a circulação
Um estudo feito pela USP, de Ribeirão Preto, provou que caminhar durante aproximadamente 40 minutos é capaz de reduzir a pressão arterial durante 24 horas após o término do exercício. Isso acontece porque durante a prática do exercício, o fluxo de sangue aumenta, levando os vasos sanguíneos a se expandirem, diminuindo a pressão. 
Além disso, a caminhada faz com que a as válvulas do coração trabalhem mais, melhorando a circulação de hemoglobina a e oxigenação do corpo. “Com o maior bombeamento de sangue para o pulmão, o sangue fica mais rico em oxigênio. Somado a isso, a caminhada também faz as artérias, veias e vasos capilares se dilatarem, tornando o transporte de oxigênio mais eficiente às partes periféricas do organismo, como braços e pernas”, explica o fisiologista Paulo Correia.
2.Deixa o pulmão mais eficiente
O pulmão também é bastante beneficiado quando caminhamos. De acordo com Paulo Correia, as trocas gasosas que ocorrem nesse órgão passam a ser mais poderosas quando caminhamos com frequência. Isso faz com que uma quantidade maior de impurezas saia do pulmão, deixando-o mais livre de catarros e poeiras.
“A prática da caminhada, se aconselhada por um médico, pode ajudar também a dilatar os brônquios e prevenir algumas inflamações nas vias aéreas, como bronquite. Em alguns casos mais simples, ela tem o mesmo efeito de um xarope bronco dilatador”, explica.
3. Combate a osteoporose
O impacto dos pés com o chão tem efeito benéfico aos ossos. A compressão dos ossos da perna, e a movimentação de todo o esqueleto durante uma caminhada faz com que haja uma maior quantidade estímulos elétricos em nossos ossos, chamados de piezelétrico. Esse estímulo facilita a absorção de cálcio, deixando os ossos mais resistentes e menos propensos a sofrerem com a osteoporose.
 ”Na fase inicial da perda de massa óssea, a caminhada é uma boa maneira de fortalecer os ossos. Mesmo assim, quando o quadro já é de osteoporose, andar frequentemente pode diminuir o avanço da doença”, diz o fisiologista da Unifesp.

4. Afasta a depressão

Durante a caminhada, nosso corpo libera uma quantidade maior de endorfina, hormônio produzido pela hipófise, responsável pela sensação de alegria e relaxamento. Quando uma pessoa começa a praticar exercícios, ela automaticamente produz endorfina.
Depois de um tempo, é preciso praticar ainda mais exercícios para sentir o efeito benéfico do hormônio. “Começar a caminhar é o inicio de um círculo vicioso. Quando mais você caminha, mais endorfina seu organismo produz, o que te dá mais ânimo. Esse relaxamento também faz com que você esteja preparado para passar cada vez mais tempo caminhando”, explica Paulo Correia.

5. Aumenta a sensação de bem-estar

Uma breve caminhada em áreas verdes, como parques e jardins, pode melhorar significativamente a saúde mental, trazendo benefícios para o humor e a autoestima, de acordo com um estudo feito pela Universidade de Essex, no Reino Unido.
Comparando dados de 1,2 mil pessoas de diferentes idades, gêneros e status de saúde mental, os pesquisadores descobriram que aqueles que se envolviam em caminhadas ao ar livre e também, ciclismo, jardinagem, pesca, canoagem, equitação e agricultura, apresentavam efeitos positivos em relação ao humor e à autoestima, mesmo que essas atividades fossem praticadas por apenas alguns minutos diários.

6. Deixa o cérebro mais saudável

Caminhar diariamente é um ótimo exercício para deixar o corpo em forma, melhorar a saúde e retardar o envelhecimento. Entretanto, um novo estudo da Universidade de Illinois, nos Estados Unidos, mostra que esse efeito antienvelhecimento do exercício pode ser possível também em relação ao cérebro, ao aumentar seus circuitos e reduzir os riscos de problemas de memória e de atenção. “Os estímulos que recebemos quando caminhamos aumento a nossa coordenação e fazem com que nosso cérebro seja capaz de responder a cada vez mais estímulos, sejam eles visuais, táteis, sonoros e olfativos”, comenta Paulo Correia.
Outro estudo feito pela Universidade de Pittsburgh, afirma que as pessoas que caminham em média 10 quilômetros por semana apresentam metade dos riscos de ter uma diminuição no volume cerebral. Isso pode ser um fator decisivo na prevenção de vários tipos de demência, inclusive a doença de Alzheimer, que mata lentamente as células cerebrais.

7. Diminui a sonolência

A caminhada durante o dia faz com que o nosso corpo tenha um pico na produção de substâncias estimulantes, como a adrenalina. Essa substância deixa o corpo mais disposto durante as horas subsequentes ao exercício. Somado a isso, a caminhada melhora a qualidade do sono de noite.
“Como o corpo inteiro passa a gastar energia durante uma caminhada, o nosso organismo adormece mais rapidamente no final do dia. Por isso, poucas pessoas que caminham frequentemente têm insônia e, consequentemente, não tem sonolência no dia seguinte”, completa o especialista da Unifesp.

8. Mantém o peso em equilíbrio e emagrece

Esse talvez seja o benefício mais famoso da caminhada. “É claro que caminhar emagrece. Se você está acostumado a gastar uma determinada quantidade de energia e começa a caminhar, o seu corpo passa a ter uma maior demanda calórica que causa uma queima de gorduras localizadas”, afirma Paulo Correia.
E o papel da caminhada na perda de peso não para por aí. Pesquisadores da Universidade de Yale, nos Estados Unidos, mostrou que, mesmo horas depois do exercício, a pessoa continua a emagrecer devido à aceleração do metabolismo causada pelo aumento na circulação, respiração e atividade muscular.
A conclusão foi de que os músculos dos atletas convertem constantemente mais energia em calor do que os de indivíduos sedentários. Isso ocorre porque quem faz um treinamento intensivo de resistência, como é o caso da caminhada, tem um metabolismo mais acelerado.

9. Controla a vontade de comer

Um estudo recente feito por pesquisadores da Universidade de Exeter, na Inglaterra, sugere que fazer caminhadas pode conter o vício pelo chocolate. Durante o estudo, foram avaliadas 25 pessoas que consumiam uma quantidade de pelo menos 100 gramas por dia de chocolate. Os chocólatras tiveram que renunciar ao consumo do doce e foram divididos em dois grupos, sendo que um deles faria uma caminhada diária.
Os pesquisadores perceberam que não comer o chocolate, juntamente com o estresse provocado pelo dia a dia, aumentava a vontade de consumir o doce. Mas, uma caminhada de 15 minutos em uma esteira proporciona uma redução significativa da vontade pela guloseima.
“Além de ocupar o tempo com outra coisa que não seja a comida, a caminhada libera hormônios, como a endorfina, que relaxam e combatem o estresse, efeito que muitas pessoas buscam compulsivamente na comida”, afirma Paulo Correia.

10. Protege contra derrames e infartos

Quem anda mantém a saúde protegida das doenças cardiovasculares. Por ajudar a controlar a pressão sanguínea, caminhar é um fator de proteção contra derrames e infarto. “Os vasos ficam mais elásticos e mais propícios a se dilatarem quando há alguma obstrução. Isso impede que as artérias parem de transportar sangue ou entupam”, diz Paulo.
A caminhada também regula os níveis de colesterol no corpo. Ela age tanto na diminuição na produção de gorduras ruins ao organismo, que têm mais facilidade de se acumular nas paredes dos vasos sanguíneos e por isso causar derrames e infartos, como no aumento na produção de HDL, mais conhecido como colesterol bom.

11. Diabetes

A insulina, substância que é responsável pela absorção de glicose pelas células do corpo, é produzida em maior quantidade durante a prática da caminhada, já que a atividade do pâncreas e do fígado são estimuladas durante a caminhada devido à maior circulação de sangue em todos os órgãos.
Outro ponto importante é que o treinamento aeróbico intenso produzido pela caminhada é capaz de reverter a resistência à insulina, um fator importante para o desenvolvimento de diabetes. Assim fica comprovado que os exercícios têm ainda mais benefícios contra o mal do que se pensava anteriormente.
“Quanto maior a quantidade de insulina no sangue, maior a capacidade das células absorverem a glicose. Quando esse açúcar está circulando livremente no sangue, pode causar diabetes“, explica o fisiologista da Unifesp.
Fonte: Chicoterra



Faça já seu plano de saúde!!! Ligue agora. (84) 8863.6877 / 9968.8972

sexta-feira, 21 de março de 2014

Planos de saúde têm de divulgar qualificação da rede credenciada

 A partir desta sexta-feira (21), as operadoras de planos de saúde têm obrigação de divulgar informações sobre a qualificação dos profissionais e dos serviços da rede credenciada. Se um médico tem especialização ou se um hospital tem algum tipo de certificado, por exemplo, o livro do convênio e a página da operadora na internet deverão ter o ícone relativo a esses atributos nas listas da rede prestadora de serviços de saúde. 
A medida está prevista em uma resolução normativa da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), que começa a valer nesta sexta-feira.
De acordo com a ANS, a medida visa a ampliar o poder de avaliação e de escolha dos beneficiários na hora de contratar um plano de saúde. A rede credenciada deve passar os dados de qualificação para a operadora, que divulgará a informação. Caso a empresa não siga as normas, poderá receber uma multa de até R$ 35 mil. As operadoras ficam responsáveis pela verificação dos dados repassados pela rede credenciada.
Fonte: Agencia Brasil

segunda-feira, 17 de março de 2014

Chapa Henrique Alves, João Maia e Wilma de Faria será anunciada no próximo dia 28

O lançamento da chapa, que terá como apelo “unidade para manter capacidade política”, deve ser no hotel Praia Mar, em Ponta Negra. Foto:Divulgação
Fechadíssimo. Um dos palanques que disputará a sucessão da governadora Rosalba Ciarlini será liderado mesmo pelo presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves, presidente estadual do PMDB. Henrique terá como companheiro de chapa o atual presidente do PR, deputado federal João Maia. O palanque será composto ainda pela presidente do PSB, vice-prefeita de Natal, Wilma de Faria, que será candidata ao Senado.
Os detalhes deste acerto foram fechados neste fim de semana, numa conversa entre os líderes do PMDB e Wilma de Faria. Na ocasião, ficou certo que o lançamento da chapa será no dia 28, uma sexta-feira.  “Está fechado”, disse uma fonte peemedebista hoje, que acompanha de perto as articulações. O lançamento da chapa, que terá como apelo “unidade para manter capacidade política”, deve ser no hotel Praia Mar, em Ponta Negra.
“Ficou evidente o entendimento generalizado das nossas lideranças municipais quanto à responsabilidade do PMDB apresentar um candidato próprio ao governo do Estado”, afirmou Henrique, durante mais uma rodada de audiências com lideranças municipais do PMDB. “Sentimos em todos os nossos companheiros a disposição de enfrentar a batalha eleitoral sem que isso comprometa a capacidade política que o Rio Grande do Norte precisa ter na defesa dos seus interesses maiores”, destacou.
O deputado lembrou que a direção do partido sente-se revigorada com o reforço que recebe das bases. Para uma fonte do PMDB, a candidatura de Henrique ganhou definição por “haver desejo das bases” em torno do nome do peemedebista.
Fonte: Jornal de Hoje

domingo, 16 de março de 2014

Aluguel de casa para Copa custa até R$ 390 mil mensais em São Paulo

Itaquera, bairro de São Paulo: Moradora de Itaquera alugou a casa por R$120 mil por 40 dias, valor que corresponde ao seu salário anual Foto: Raphael Igor/Wikimedia Commons
  São Paulo - Não se trata de preço de hospedagem em hotel cinco estrelas nem de spa de luxo, muito menos de resort, mas o valor cobrado por moradores dispostos a deixar suas casas, nas 12 cidades-sede da Copa, em troca de um dinheiro extra, é de alto padrão. O Mundial, que será realizado entre 12 de junho e 13 de julho, aqueceu o mercado paralelo com valores abusivos, e até proibitivos. Em São Paulo, onde a abertura será na Arena Corinthians, o aluguel mensal de uma casa em Itaquera vai de R$ 20 mil a R$ 390 mil. Pelo País, os exemplos se repetem.
A corretora de imóveis Iracema Pereira da Silva, de 53 anos, colocou sua própria casa para alugar. O imóvel, que fica na Rua das Boas Noites, a 3,4 km ou 40 minutos do Itaquerão, tem quatro quartos e vai custar R$120 mil por 40 dias. O valor corresponde a um ano inteiro de trabalho com comissões.
Se não tivesse na temporada de Copa, ela alugaria o imóvel por R$ 3 mil ou R$ 3,5 mil, diz. "Já recebi telefonema de gente interessada nesse aluguel para a Copa, até mesmo dos Estados Unidos", afirma. "A casa é grande e comporta de 15 a 16 pessoas, por isso esse valor."
Segundo a corretora, é alta a procura de moradores na região que pretendem alugar as próprias casas. "Eu estou pegando vários imóveis na imobiliária que o pessoal está querendo pôr para alugar na Copa, com valores de R$ 20 mil a R$ 60 mil. Tem gente que desistiu de fazer o aluguel anual para esperar a Copa e muitos estão mudando da casa da família por um mês", conta Iracema.
Ela explica que, na região, uma casa pequena, de quatro cômodos e que normalmente teria um aluguel de R$ 600 a R$ 1 mil, durante a Copa vai custar, no mínimo, R$ 2 mil. "Aumentaram demais os valores aqui."
Foi para ter uma renda extra que o guincheiro José Paulo Tucillo, de 57 anos, colocou suas duas casas para alugar, em Itaquera, na zona leste, pelo valor de R$ 50 mil cada. O total que ele espera receber no período de 30 dias, R$ 100 mil, é o que toda a família - ele, a mulher e a filha - recebe em um ano de trabalho. "Vamos tentar alugar pelo menos uma casa. Se der, ótimo, se não der, não perdemos nada", diz. As duas casas têm dois quartos e um banheiro cada e ficam no mesmo terreno.
Ele resolveu colocar os imóveis para alugar depois que uma vizinha alugou seu sobrado por R$ 100 mil. "Para deixar a casa vazia, a moça já até se mudou de lá. Vamos ver se conseguimos também." Caso sejam alugadas as casas, ele e a família vão se mudar para um cômodo que fica nos fundos do terreno. "Vai ser um período que todo mundo vai ficar junto, mas que depois pode garantir a reforma e ampliação", afirma.
Nas alturas. Na internet ou em imobiliárias sobram imóveis para alugar, com anúncios com fotos e explicações em inglês. Para atrair os turistas, além do aluguel, alguns proprietários oferecem até serviço de busca e entrega no aeroporto e passeios pela cidade.
Apesar dos mimos, os preços surpreendem. Um apartamento de 72 metros quadrados, com três quartos e dois banheiros, no Condomínio Chimboré, na Rua Surucuás, número 730, na Cidade AE Carvalho, é ofertado por R$ 393.405.
O anúncio foi publicado no site Airbnb, especializado em locação para temporada. Com o valor seria possível comprar mais um apartamento e sobraria dinheiro. Um imóvel semelhante custa R$ 230 mil. Segundo a última tabela do Sindicato da Habitação (Secovi), de janeiro, o apartamento seria alugado no bairro por R$ 1.097,28 a R$ 1.203,12. Nem tudo, porém, está perdido para o turista. "É uma oportunidade única, mas podemos negociar", diz Tucillo. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.
Fonte: Exame

Homem é morto com mais de vinte tiros na zona Sul de Natal

  Um homem foi morto com mais de 20 tiros por volta das 14h30 deste domingo (16) dentro da borracharia em que trabalhava. O crime aconteceu no conjunto Pirangi, zona Sul de Natal. Paulo Praxedes Cavalcante, de 46 anos, morreu no local.
De acordo com testemunhas, três suspeitos encapuzados desceram de um veículo e efetuaram os disparos. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado, mas a vítima já estava morta.
Moradores do bairro informaram que Paulo morava no local há pelo menos dois meses e havia alugado a borracharia para trabalhar.
Fonte: G1RN
Foto: 190

UFC será teste para Natal antes da Copa

Ginásio Nélio Dias, palco da primeira edição do UFC em Natal
 A Copa do Mundo terá início em junho - pouco tempo, se contar que nenhuma cidade já está realmente preparada para receber o maior evento do mundo -, mas antes disso, Natal terá um teste de fogo. No dia 23 de março, a cidade receberá pela primeira vez um edição do UFC, maior evento de MMA do mundo, com a luta principal entre os veteranos Maurício Shogun e Dan Henderson.
A edição do UFC em Natal acontecerá no dia 23 de março, no Ginásio Nélio Dias, na Zona Norte da cidade. O único aeroporto que hoje atende à cidade - e fica na cidade vizinha, Parnamirim - dista cerca de 40 km do local do evento. A distância é ruim de percorrer e dependendo do horário, gasta-se cerca de duas horas de um ponto a outro, mas ele será suficiente para suprir a demanda necessária.
Para quem vem para a Copa do Mundo, o acesso ao Arena das Dunas não será problema, uma vez que ele encontra-se em região central da cidade. Mas quem vem para ver de perto o UFC, terá alguns problemas, pois a Zona Norte não dispõe de bons hotéis, as opções de restaurantes são escassas e os pontos turísticos são quase nulos (salvo algumas praias, como Genipabu). Se a cidade está insegura, na Zona Norte o cuidado tem que ser dobrado.
A Copa do Mundo e o UFC são eventos de esportes diferentes e acontecerão em locais diferentes na mesma cidade - e isso é óbvio. Mas no dia 23 de março Natal vai receber milhares de turistas - claro que bem menos que na Copa - que acompanharão de perto o UFC. Mas eles estarão aqui no meio de uma obra em toda parte e em um lugar longe da região central de Natal. Isso vai equivaler mais ou menos às dificuldades encontradas no Mundial da FIFA, pois em junho não existirão mais obras, dois aeroportos estarão em funcionamento, os jogos serão em um local de melhor acesso, mas a cidade receberá dez vezes mais turistas. O termômetro vai funcionar perfeitamente.
Fonte: Yahoo

Após enfarte, quadro de Renato Aragão é estável


Boletim médico divulgado nesta tarde de domingo, 16, pela assessoria de imprensa do Hospital Barra d''Or, informou que o humorista Renato Aragão sofreu enfarte agudo do miocárdio e foi submetido a uma angioplastia. O humorista teria passado mal após a festa de aniversário de 15 anos de sua filha Livian, na noite de sexta-feira, 14.
O artista deu entrada na unidade do hospital da Barra da Tijuca, na zona oeste do Rio de Janeiro, no sábado, 15, por volta de 12h40. Aragão continua internado na Unidade Coronariana e seu quadro de saúde, segundo o boletim, "encontra-se estável hemodinamicamente".
Fonte: Estadão



Faça já seu plano de saúde!!! Ligue agora. (84) 8863.6877 / 9968.8972

sábado, 15 de março de 2014

Prioridade do DEM é a eleição proporcional

 
Senador José Agripino afirma que, para concorrer à reeleição, a governadora Rosalba Ciarlini teria que convencer a executiva estadual Foto:Magnus nascimento
O Democratas no Rio Grande do Norte caminha para uma aliança com o PMDB, PR e PROS. A sinalização é do presidente estadual do partido, o senador José Agripino Maia. Ele confirmou que a prioridade do partido é a eleição proporcional e destacou que a definição é nacional. Sobre o pleito local, o senador disse que os deputados estaduais (José Adécio, Getúlio Rego e Leonardo Nogueira) e federal (Felipe Maia) já expuseram o desejo de compor proporcional com alguns partidos que integrem o palanque do PMDB. Sobre a reeleição da governadora Rosalba, José Agripino é cauteloso, diz que o rumo do partido será tomado pela Executiva estadual, mas reconheceu que, em caso de lançar uma chapa majoritária, o DEM não tem aliados para compor o palanque. “Não vejo parceiros de expressão em vista para eleição majoritária”, destacou. Enaltecendo os aliados do PMDB, José Agripino considerou legítima a candidatura própria dos peemedebistas ao Governo e destacou: “O nome tem que ser Garibaldi (Garibaldi Filho) ou Henrique (Henrique Eduardo Alves)”.
Embora evite críticas ao governo Rosalba, o líder do DEM lembra que havia tudo para acertos, mas admite que a chefe do Executivo cometeu equívocos, um deles foi perder o apoio do PR e do PMDB. “O que está faltando ela (Rosalba Ciarlini)? É difícil encontrar (um motivo) porque, para mim ,Rosalba tinha tudo para ser uma grande governadora, porque ela foi uma grande prefeita, uma senadora que se destacou, ganhou eleição no primeiro turno, tinha suportes muito bons. Mas, infelizmente, falhou”, comentou. Nesta entrevista, o senador fala sobre o projeto nacional do DEM, destaca que a definição sobre o rumo no Rio Grande do Norte será da executiva nacional e ressaltou que a eleição proporcional é a prioridade do partido.

A aliança com o PSDB nacional está consolidada?
O deputado Ronaldo Caiado, que é uma das melhores expressões do nosso partido, manifestou desde 2013 o desejo ou colocou o nome dele para sondagem do partido como pré-candidato à presidência. Ele próprio teve oportunidade de conversar com os colegas deputados e de sentir a receptividade e perspectiva de viabilização do objetivo de candidatura presidencial. E ele percebeu que a candidatura prejudicava as alianças, porque imobilizava para as alianças possíveis nos Estados, que viabilizarão a eleição de 35 a 40 deputados federais e até seis ou oito senadores. Os mais simpáticos a candidatura de Ronaldo Caiado, na última reunião do partido, já afirmaram que ele (Ronaldo Caiado) pré-anunciava que seria candidato ao Senado pelo Estado de Goiás. Com o partido não tendo candidatura a presidente, o que se vislumbra é a aliança para o plano nacional.

O Democratas se encaminha para o palanque de Aécio Neves?
Encaminha-se, sim, mas não está definido. Até porque eu coloquei como pré-condição para formação de aliança (com o PSDB) que vai dar o nosso tempo de rádio e televisão (para o PSDB) as alianças convenientes ao partido (DEM) nos Estados. Há uma série de demandas que estão em curso e, nesse momento, sinalizam sim para uma eleição com o PSDB, mas essas conversas
têm que ser concluídas para quea eleição se pragmatize.

Ou seja, a definição do Democratas nacional é priorizar a proporcional para reerguer o partido?
Isso. Assim como esse fato acontece no plano nacional, ele remete ao plano estadual. São os mesmos modelos.

Nessa reunião, na qual foi definida a prioridade para eleiçãoproporcional, algum outro potiguar do DEM, além do senhor, participou? Eu e o ex-deputado Carlos Augusto Rosado, que é o presidente do diretório municipal do partido em Mossoró.

A prioridade do Democratas para proporcional colide com o projeto de reeleição da governadora Rosalba Ciarlini, que vem sendo já sinalizado por ela?
Não sei se colide ou não colide. Até porque nas conversas que eu tinha com Rosalba há algum tempo atrás, ela me dizia que postularia a candidatura à reeleição se estivesse em condições reais de disputar. Não sou candidato a nada nessa eleição, mas tenho a responsabilidade de presidir o partido nacionalmente e estadualmente. E preciso da eleição dos nossos deputados. Tenho que pensar também neles. Então tenho a obrigação de entregar a decisão sobre candidatura própria ou aliança aos que são candidatos. Quem é candidato? José Adécio, Getúlio Rego, Leonardo Nogueira são candidatos à reeleição, Felipe Maia é candidato a reeleição. Se Rosalba quiser ser candidata coloque a postulação dela e a gente vai avaliar, consultando o partido, os prefeitos, os vice-prefeitos, as lideranças do partido sobre a conveniência, no diretório estadual, da candidatura ao Governo, que teria as mesmas conseqüências. Quem seriam os aliados? Qual seria aliança na proporcional para viabilizar a reeleição dos deputados federais e estaduais? Temos uma defecção, o deputado Betinho Rosado nos deixou. Temos só um deputado federal e precisamos manter nossa estrutura e crescer. Temos candidatos novos a deputado estadual com expressão eleitoral e temos a obrigação de oferecer condições de aliança, de soma de voto por coligação, que viabilize a eleição. Isso eles (os deputados) têm direito de opinar. Isso vai ocorrer na hora própria em uma reunião no diretório estadual, que vai definir. Se houver a pretensão de candidatura a reeleição (de Rosalba Ciarlini) o partido vai se reunir e pelo seu diretório estadual vai definir qual a melhor conveniência para o crescimento ou preservação do partido no Rio Grande do Norte, como no plano nacional.

Quem define o rumo do DEM é o diretório estadual? É uma espécie de prévia?
Não é prévia. O diretório estadual, se aparecerem teses de candidatura própria ao Governo ou alianças com outras candidaturas, o diretório estadual decidirá, assim como a executiva nacional vai decidir sobre qual a tese prevalente. Entendendo que, em qualquer circunstância, você tem uma última instância que é a convenção estadual ou nacional.

Quem decidirá o destino do DEM no Estado será a Executiva estadual? Ela é que tem esse poder?
Claro que tem. A executiva estadual tem poderes, só não tem poderes mais do que a convenção. Mas a executiva estadual tem poderes para deliberar, é ela quem fala pelo partido. A executiva traduz a expressão do partido.

Mas, ainda assim, poderá ir para a convenção duas teses a serem definidas? Nada impede. A executiva estadual sinaliza a vontade do partido. Se a executiva definir uma coisa que conflite com o interesse de alguns, a democracia reserva a instância da convenção.

O senhor disse que em uma das últimas conversas que teve com a governadora, ela afirmou que seria candidata se “estivesse condição de reeleição”. Na sua visão, Rosalba está em condição de reeleição?
É muito difícil dizer isso. Não tenho, feita pelo partido, nenhuma pesquisa de opinião. Agora o grande instrumento de avaliação, de possibilidade, é pesquisa de opinião feita um pouquinho mais para frente e avaliar se a governadora estaria em condição de pleitear ou não. Pelos dados que foram exibidos por pesquisas divulgadas há pouco de tempo, a condição dela não é confortável.

O senhor tem conversado com a governadora ou com o ex-deputado Carlos Augusto?
Não tenho.

Faz quanto tempo que o senhor não conversa com eles?
Nada impede que conversemos a qualquer hora, mas não tem havido oportunidade de conversarmos.

Há, de fato, um distanciamento do senhor da governadora e do ex-deputado Carlos Augusto Rosado?
Desde o começo do governo me coloquei o tempo todo à disposição dos interesses do Estado do Rio Grande do Norte através da interpretação da governadora e me mantenho nessa mesma disposição. Sempre que ela precisa de mim, sabe que encontra um guardião dos interesses do Estado. É só ser procurado.


O senhor concorda que a governadora tem sinalizado para um projeto de reeleição pela agenda que adota e pelo discurso?
Não sei, uns me dizem que sim  outros que não. Prefiro dizer que não sei. E se houver essa pretensão ela será remetida à executiva estadual. O papel que me cabe como dirigente estadual do partido é fazer a avaliação por aqueles que falam pelo partido e que têm interesse, os três deputados estaduais, o deputado federal haverão de colocar sua argumentação e tentar convencer em um rumo e outro. Democraticamente, quem vai decidir não é o presidente do partido. A lógica, o bom senso é quem conduz e remete a definições. Não sei o que pensarão os três deputados estaduais e um federal se uma candidatura ao governo engessaria de tal forma as alianças partidárias que poderia até inviabilizar suas próprias reeleições. Esse é um assunto que se for provocado pela tese da governadora de candidatura à reeleição será colocada para deliberação da executiva estadual.

O senhor tem conversado com o PMDB, com o PR. Essas conversas remetem à aliança do Democratas com esses dois partidos? Quem levou, quem trabalhou, quem se esforçou para levar o apoio de pessoas que não votaram em Rosalba, mas apoiaram o seu governo? Fui eu, com João Maia, com Henrique (Eduardo Alves). Tenho uma proximidade com eles de muito tempo. Tenho uma relação muito positiva e muito robusta com o PMDB de Garibaldi Filho e Henrique, com o PR de João Maia, com o PSDB de Rogério Marinho e Aécio Neves, com o PROS de Ricardo Motta. Tenho uma relação com essas forças todas e tenho estado dentro das conversas desse grupo.

Falando em hipótese, o Democratas, partindo para candidatura majoritária com Rosalba Ciarlini, quais seriam os prováveis partidos aliados?
Infelizmente, não vejo. Não vejo parceiros de expressão para eleição majoritária.

A governadora Rosalba, sua aliada, vem enfrentando dificuldades na administração. Em que ou onde ela está errando?
Eu preferia olhar outro lado, qual o papel dela? Vejo nela uma mulher esforçadíssima, dedicada, trabalhadora, incansável, mas ela tem cometido equívocos. A perda do apoio do PR, do PMDB, por mais recomendação foi uma coisa negativa para o governo dela. O que está faltando a ela? É difícil entender porque, para mim, Rosalba tinha tudo para ser uma grande governadora. Ela foi uma grande prefeita, uma senadora que se destacou, ganhou eleição no primeiro turno, tinha suportes muito bons. Mas, infelizmente, falhou. Não sei, exatamente, a que atribuir. Agora sei sim que a aposta que fizemos no nome dela era respaldada no caminho só de sucessos. Infelizmente, não tenho um raciocínio pronto para justificar porque a governadora não vai bem como eu gostaria que ela estivesse indo bem.

O senhor já foi aliado e oposição à vice-prefeita Wima de Faria. Haveria hoje reaproximação com a vice-prefeita?
Não tenho conversado com Wilma. Cumprimento quando me encontro com ela em evento.

Mas o PMDB conversa e negocia com ela uma aliança. O Democratas, em caso de aliança com o PMDB, apoiaria Wilma de Faria para o Senado?
Vejo com naturalidade.

O DEM poderia apoiá-la para o Senado?
Na hora em que a tese da aliança for colocada para avaliação dos que vão decidir, claro que vai ser colocada a hipótese de candidatura própria, se for colocada, e aliança com A, B e C. A decisão não será de José Agripino, mas dos protagonistas que são do partido e se submeterão a voto agora em 2014.

De todos os partidos que o senhor tem conversado, o único que já definiu candidatura própria é o PMDB. Como o senhor avalia essa pretensão? Quem seria o potencial nome do PMDB?
Essa definição cabe ao PMDB, não cabe a mim dizer que o candidato ideal é A, B ou C. O PMDB aspirar a candidatura própria ao Governo é legítima porque o partido cresceu bastante no Estado. O PMDB, pelas funções que ocupa — Garibaldi ministro e Henrique presidente da Câmara — conseguiu fazer um bocado por aquilo que é interesse do Estado. Isso fortaleceu Garibaldi e Henrique e ao partido PMDB. Em função disso, dessa conjugação de fatores, o PMDB tem legitimidade para pleitear candidatura própria.

E quem seria o candidato?
Tem que sair da dupla Garibaldi ou Henrique.

E o ex-senador Fernando Bezerra?
É um nome bom, mas entre ser um nome bom e ter condição de ganhar a eleição tem uma distância. O candidato tem que ter elementos políticos e eleitorais importantes. Tenho com ele (Fernando Bezerra) relação confortável. Se ele for o candidato terá que mostrar condição política, que é o mais fácil, e condição eleitoral, que é mais complicada, para ganhar a eleição. O PMDB não vai entrar na disputa sem avaliar muito bem as chances de vitória.

O deputado Henrique Eduardo Alves é o nome?
O deputado Henrique tem o direito de pensar em ser candidato a governador, por toda sua história, pelo espírito público que tem demonstrado com as causas do Estado. Ele tem o direito de pensar nisso.

Algum desgaste pela reportagem veiculada no jornal O Estado de São Paulo, que mostrou gastos do senhor, de R$ 50 mil, no plano de saúde do Senado para um tratamento dentário?
Nenhum. Até porque o que houve foi o uso de um direito. Eu tenho uma cota anual para tratamento médico ou dentário. Não houve reparação estética. O que houve foi reparação estrutural. Eu tive um problema sério de recomposição de toda base dentária que foi ao longo de quase dois anos refeita. Todo trabalho que foi feito foi para recuperação de um trabalho mal feito que não foi feito por dentista do Estado. Quando fiz com dentista do Estado foi tudo muito bem feito, mas quando eu fiz em Brasília foi mal feito e me levou anos depois a ter que recompor. Usei o que o Senado dá direito, desde que tenha problema de ordem médica. 
Fonte: Tribuna do Norte

sexta-feira, 14 de março de 2014

Lucena: “Chapa com Henrique, Wilma e João Maia é a cara do desastre”

 O deputado estadual Nélter Queiroz, do PMDB, antecipou o que, para ele, deverá ser a chapa vencedora do pleito de 2014, com o presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (PMDB) candidato ao Governo; a vice-prefeita Wilma de Faria (PSB) para o Senado; e o deputado federal João Maia (PR) para vice-governador. A chapa, sem a presença do PT, claro, não deixou os petistas muito contentes. Um deles, o vereador Fernando Lucena, chegou a dizer que essa chapa seria “a cara da derrota”.
“Nélter anunciou que a chapa está completa: Henrique para governador, Wilma para o Senado e João Maia para vice; é a cara da derrota. É a cara do desastre”, afirmou Fernando Lucena durante a sessão da Câmara Municipal de Natal nesta quinta-feira.
A declaração de Nélter foi publicada na terça-feira pel’O Jornal de Hoje. O vice-governador Robinson Faria, do PSD, pré-candidato ao Governo, e a deputada federal Fátima Bezerra, do PT, possivelmente candidata ao Senado, não teria força contra a chapa encabeçada por Henrique e Wilma, devido à trajetória, aos “serviços prestados” e, consequentemente, ao capital político dos dois.
“Acredito que será um somatório de fatores convergentes para construção de um projeto para o Estado”, disse o deputado, dizendo acreditar na composição político/eleitoral que no seu entendimento está faltando apenas a homologação dos nomes nas respectivas convenções.
Além das declarações de Nélter sobre a força da chapa não fazerem sentido, para Lucena, o próprio deputado também não tem muita coerência. “Nélter calado, já está errado. É um pau mandado dos Alves. Votou contra Rosalba (Ciarlini, governadora do DEM) e depois foi beijar a mão dela”, criticou o vereador de Natal, afirmando que o parlamentar seria, apenas, um seguidor dos líderes partidários, Henrique Eduardo Alves e o ministro Garibaldi Filho.
Lucena também afirmou que essa chapa composta por Henrique, Wilma e João Maia não representa mudança alguma para o povo do Rio Grande do Norte. “Vão botar outro? É o mesmo time, só trocam os jogadores. Tudo farinha do mesmo saco”, afirmou ele, lembrando que o PMDB e o PR fizeram parte do bloco de apoio do Governo Wilma de Faria e, depois, apoiaram a gestão Rosalba Ciarlini.
“João Maia precisa de um caminhão de papel para pedir desculpas se Henrique ganhar”
O vereador de Natal aproveitou o rápido pronunciamento na Câmara Municipal para atacar os Alves. Contudo, é bem verdade que isso não chega a ser uma novidade. O parlamentar já disse outras vezes que Henrique e Garibaldi nunca conseguiram coisa alguma para o RN, mesmo ocupando posições de destaque no Congresso – Henrique é presidente da Câmara Federal e Garibaldi foi presidente do Senado.
Contudo, o destaque da fala de Lucena nesta quinta-feira foi as palavras endereçadas para o deputado federal João Maia, cotado para ser vice de Henrique. O petista relembrou a atitude do presidente estadual do PR que, ao deixar de apoiar a ex-prefeita de Natal, Micarla de Sousa, mandou uma carta aberta para o povo de Natal pedindo desculpas pelo apoio dado.
“Quero recomendar a João Maia uma resma de papel para pedir desculpa por apoiar Rosalba e, se Henrique ganhar, um caminhão de papel para pedir desculpa. Ô homem para pedir desculpa”, ironizou Fernando Lucena, acrescentando que é preciso o povo ficar atento, “para depois não pedir desculpa”.
POSICIONAMENTO
É importante lembrar que Fernando Lucena, que nunca foi muito favorável a um apoio do PT ao candidato do PMDB, também apareceu como um dos primeiros a criticar a postura peemedebista na discussão sobre potenciais alianças. Segundo o vereador, o partido de Henrique e Garibaldi teria excluído o PT da chapa majoritária, preferindo abrir espaço para Wilma de Faria e o PSB.
Lançando candidato próprio ao Senado (a deputada Fátima Bezerra), o PT agora está próximo de fechar uma aliança com o PSD de Robinson Faria. Com isso, as palavras de Lucena, que antes eram de um crítico, agora, já podem ser encaradas, também, como as de um adversário político.
Fonte: Jornal de Hoje

quinta-feira, 13 de março de 2014

Morre o ator Paulo Goulart

 Paulo Goulart
O ator Paulo Goulart morreu em São Paulo, nesta quinta-feira (13), aos 81 anos. Entre agosto e outubro de 2012, o ator ficou internado devido a um câncer na região entre os pulmões.
Ao longo de sua carreira, iniciada quando ainda era adolescente, Goulart destacou-se por seus trabalhos em novelas como “Plumas e paetês” (1980), “Roda de fogo” (1986) e “O dono do mundo” (1991). Ele também participou de filmes como “Rio zona norte” (1957), “O grande momento” (1958), “Gabriela, cravo e canela” (1983) e “Para viver um grande amor” (1983).
Paulo Goulart nasceu em Ribeirão Preto (SP) em 9 de janeiro de 1933 – seu nome de batismo é Paulo Afonso Miessa; o Goulart ele tomou emprestado de um tio, o radialista Airton Goulart, como aponta o perfil do ator no site Memória Globo. O texto relembra ainda que seu primeiro emprego foi como DJ, operador e locutor em uma rádio fundada por seu pai, em Olímpia, também no interior paulista.
No entanto, antes de se iniciar na carreira artística, o futuro ator estudou química industrial. De acordo com ele próprio, a ideia era ter uma alternativa de emprego. “Eu queria ter algum outro ofício, porque rádio, embora fosse uma grande coqueluche, não era encarado como uma profissão”, cita o Memória Globo. “Estavam fazendo teste para locutores na Rádio Tupi de São Paulo, e lá fui eu. Mas não passei, fiquei em segundo lugar.”
O desempenho e falta de conhecimentos técnicos do adolescente, contudo, não impediram a contratação, que Goulart creditava à interferência do ator de rádio Oduvaldo Vianna: “Foi a primeira pessoa que sacou esse meu talento, essa coisa histriônica dos atores sem uma formação de escola”. Na época, ele estava prestes a completar 18 anos de idade. “A televisão estava começando, era 1951. Nós éramos contratados da rádio, e a TV Tupi era sustentada pelo rádio. Então, tínhamos também a obrigação de fazer televisão. O primeiro programa que eu fiz na TV foi com o Mazzaropi!”
Um ano depois, Paulo Goulart conheceu a atriz Nicette Bruno e fez sua primeira peça teatral. Eles se casaram em 26 de fevereiro de 1954 e tiveram três filhos, Beth Goulart, Bárbara Bruno e Paulo Goulart Filho – todos seguiram a carreira dos pais. No cinema, ele estreou também em 1954, na comédia “Destino em apuros”, de Ernesto Remani. Neste que é tido como o primeiro filme colorido produzido no Brasil, Goulart contracenou com Paulo Autran, Sérgio Britto, Ítalo Rossi e Inezita Barroso. Seu segundo trabalho no cinema foi em “Rio, zona norte” (1957), de Nelson Pereira dos Santos.
Antes de estrear na TV Globo, o que aconteceria em 1969, Paulo Goulart morou com a família por um período no Paraná – onde trabalhou com teatro e TV – e passou pela TV Excelsior. Entre o final da década de 1950 e o começo da de 1960, prosseguiu atuando no cinema. Em 1958, esteve em nada menos que cinco filmes. Já na Globo, seu primeiro papel veio em “A cabana do pai Tomás”, que adaptava o livro homônimo escrito pela autora americana Harriet Beecher Stowe (1811-1896).
No trabalho seguinte na emissora, Goulart tomou parte numa história cujo tema ele próprio considerava ousada. “Era uma temática bastante arrojada para a época: uma mulher casada que deixou o marido para viver com outro homem”, declarou, segundo o Memória Globo. A novela era “Verão vermelho” (1970), de Dias Gomes, na qual interpretou uma das pontas de um triângulo amoroso formado ainda por Dina Staft e Jardel Filho. Ele também costumava destacar o pioneirismo da novela “Uma rosa com amor” (1972): “Foi, talvez, a primeira novela de comédia”.
Depois disso, Goulart fez novelas importantes na TV Tupi, caso de “Éramos seis” (1977), inspirada na obra homônima, escrita por Maria José Dupré (1898-1984), e “Gaivotas” (1979). No regresso à Globo, esteve em “Plumas e paetês” (1980): “Foi fantástico! Aquele guarda italianão [Gino], que falava com aquele sotaque, gostava de comida... Eu adoro! Foi um retorno maravilhoso”.
Sobressaíram, na década seguinte, suas participações nas novelas “Roda de fogo” (1986), “Fera radical” (1988), protagonizada por Malu Mader e na qual o ator deu vida a um cadeirante, o que rendeu uma comparação do ator com o seu próprio jeito de ser. “Meu personagem vivia em cadeira de rodas, e eu sou uma pessoa muito vigorosa na vida real. Nicette que o diga, coitada. De vez em quando eu esbarro nas coisas e quebro tudo!”, brincou.

Nos anos 1990, Paulo Goulart ficou especialmente marcado por interpretar personagens de caráter duvidoso. Vieram, então, o bon vivant Altair de “O dono do mundo” (1991), em que viveu o pai do protagonista (papel de Antonio Fagundes), e o seu Donato da segunda versão de “Mulheres de areia” (1993). Goulart chegou a comentar sobre a composição deste último: “Donato era uma pessoa má por princípio, um assassino. Mas eu me agarrei numa só coisa: um grande amor, ou melhor, a paixão por uma adolescente. Então, em nome disso, ele cometia todas as atrocidades; e, quanto mais apaixonado, pior ficava. Mas isso me abastecia como intérprete”.
Outros dois vilões de Goulart foram o Farina de “Esperança” (2002) e o professor Heriberto de “Duas caras” (2007). Entre uma novela e outra, houve tempo para um tipo menos questionável: o fragilizado Mariano de “América” (2005), padrasto da protagonista (papel de Deborah Secco).
Nos anos 2000, o ator também se dedicou ao trabalho em minisséries, como “Aquarela do Brasil” (2000), “Um só coração” (2004), “JK” (2006) e “Amazônia: de Galvez a Chico Mendes” (2007). Antes, esteve em “Auto da compadecida” (1999). Suas últimas novelas foram “Ti-ti-ti” (2010) e “Morde & Assopra” (2011). Ao longo da carreira, Paulo Goulart atuou em trabalhas exibidas por outras emissoras, como “As pupilas do senhor reitor” (1995), do SBT, e “O campeão” (1996), da Bandeirantes.
Fonte: GLOBO

quarta-feira, 12 de março de 2014

Depois de conversar com governadoráveis, G10 vai se reunir com as candidatas ao Senado

Representante do G10
 Representante do G10, grupo de 10 partidos que se uniram para tentarem prestígio junto à chapa que decidirem apoiar, o senador Paulo Davim (PV) disse hoje que as próximas reuniões acontecerão com as senadoráveis.
Nesta sexta com Fátima Bezerra (PT) e na outra sexta com Wilma de Faria (PSB).
Sexta passada o G10 conversou por mais de 3 horas com o governadorável Robinson Faria (PSD) e antes do carnaval, também mais de 3 horas com o governadorável Henrique Alves (PMDB) e o ministro Garibaldi Filho.
O G10 é formado pelo PV, que tem o senador Paulo Davim, o PMN do deputado estadual e candidato a federal Antônio Jácome, mais PSDC, PEN, PHS, PTC, PRP, PTN, PSL e PTdoB.
Com a relação do PV com o PMDB, vez que Davim é suplente de senador e está senador por causa do afastamento do titular, Garibaldi Filho, que está ministro, não há dúvida de que o Partido Verde já tem, pelo menos, candidato a governador: o deputado Henrique Alves, do PMDB de Garibaldi.
Resta saber se o apoio será integral, do G10, ou se haverá racha e o grupo se desintegrará
.
Fonte:Blog de  Thaisa Galvão

Josué Oliveira Moreira do PSDC abre conversas com o prefeito Francisco José Júnior

Josué Oliveira Moreira
 O presidente do PSDC de Mossoró e pré-candidato a prefeito, nas eleições suplementares, professor Josué Oliveira Moreira, iniciou entendimentos com o prefeito do município, Francisco José Junior, do PSD.
Uma primeira conversa foi realizada nesta terça-feira, 11, às 21h, na residência de Francisco José Júnior.
- Foi uma conversa positiva e deveremos ter novos encontros para discutir o projeto para Mossoró -, declara Josué Oliveira.
Sobre uma tomada de decisão quanto ao apoio de seu partido ao prefeito Francisco José Júnior, ele disse que vai esperar mais um pouco.
“Vou aguardar os números das próximas pesquisas eleitorais em Mossoró para em seguida tomar uma decisão”, diz.
Mesmo sem que tenham sido antecipadas datas, Josué disse que vai voltar voltar a conversar com o prefeito.
Fonte:  Portal Difusora Mossoró
 Por: Carlos Skarlack/Editor





terça-feira, 11 de março de 2014

Inter TV Cabugi transmite Ceará x América-RN nesta quarta-feira

 

A Inter TV Cabugi vai transmitir nesta quarta-feira a primeira partida da semifinal da Copa do Nordeste entre Ceará e América-RN. O jogo será realizado na Arena Castelão, em Fortaleza, e será exibido logo após o Big Brother Brasil. A partida começa às 22h, e terá narração de Kaio Cézar, com comentários de PC Norões. No campo, a reportagem será de Danilo Ribeiro.
O Mecão vem de uma goleada de 4 a 0 em cima do CRB, nas quartas de final da competição. Na primeira partida, o alvirrubro perdeu para o time alagoano, mas conseguiu reverter o placar jogando na Arena das Dunas, em Natal, onde mantém uma invencibilidade de oito jogos.
A equipe do Ceará garantiu a vaga na semifinal após golear o Vitória por 5 a 1 na última partida, realizada no Estádio Presidente Vargas, em Fortaleza.
O jogo da volta está marcado para o dia 19 de março, na Arenas das Dunas, em Natal.
Fonte: Inter  TVcabugi